Boletim de informações COVID-19 n° 787 Tatuí, 05 de agosto de 2022, sexta-feira, 11h00

5 PACIENTES HOSPITALIZADOS
217 INFECTADOS EM TRATAMENTO
8 DIAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19
214 CASOS CONFIRMADOS EM 7 DIAS
30,57 MÉDIA MÓVEL DE CASOS POR DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 5 de agosto de 2022

Justiça permite retomada de saltos de paraquedas em Boituva

Cidade contabiliza quatro mortes em acidentes com paraquedas neste ano

Repórter da Agência Brasil - São Paulo, com edição do DT

04/08/2022 -   A Justiça de São Paulo voltou a autorizar os saltos de paraquedas em Boituva, município vizinho de Tatuí. A decisão do desembargador Alex Zilenovski, da 2ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo, revogou os efeitos de uma liminar que havia proibido a atividade no perímetro urbano da cidade, no último dia 22 de julho.

A decisão judicial atendeu a um mandado de segurança impetrado por diversas empresas que atuam no setor na cidade.

A interdição do paraquedismo aconteceu após um acidente em que um homem morreu ao cair sobre o telhado de uma casa na cidade, em 19 de julho. Essa foi a quarta morte neste ano em acidentes com paraquedistas em Boituva.

A proibição da prática do esporte radical impactou o turismo e a economia do município. Segundo o prefeito Edson Marcusso, nas altas temporadas chegam a ser realizados 18 mil saltos por mês.

“Há mais de 50 anos o paraquedismo está instalado em Boituva, portanto, além de ser referência, é de extrema importância para a economia do município, pois diversas famílias, centenas de famílias sobrevivem da prática do paraquedismo, isso faz parte da economia da cidade”, destacou.

Na quarta-feira (3), representantes do paraquedismo na cidade assinaram na prefeitura de Boituva um termo de compromisso com medidas para melhorar a segurança do esporte no município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário