Boletim de informações COVID-19 n° 782 Tatuí, 01 de julho de 2022, sexta-feira, 11h00

8 PACIENTES HOSPITALIZADOS
492 INFECTADOS EM TRATAMENTO
0 DIAS SEM ÓBITOS
484 CASOS CONFIRMADOS EM 7 DIAS
69,14 MÉDIA MÓVEL DE CASOS POR DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quinta-feira, 16 de junho de 2022

Tatuí leva seresta, cururu, catira e cordão dos bichos ao Festival Revelando SP

Festival acontece de 20 a 24 de julho, no Parque Água Branca, em São Paulo.

O Festival "Revelando SP" foi idealizado pela Organização Social de Cultura "Amigos da Arte"


16/06/2022 -  Quatro manifestações artísticas tradicionais de Tatuí – seresta, catira, cururu e bonecões e cabeções carnavalescos – integrarão a programação cultural do Festival “Revelando SP”, idealizado pela Organização Social de Cultura “Amigos da Arte”.

Ao todo, 280 grupos culturais de 120 municípios paulistas compõem o evento, que acontecerá de 20 a 24 de julho, no Parque da Água Branca, em São Paulo.

Os grupos tatuianos “Seresteiros com Ternura”, “Tropeirinhos do Rancho”, “Canturiões do Cururu” e o “Cordão Folclórico Tatuiense – Cordão dos Bichos” participarão do Festival, que é uma ação de valorização da cultura tradicional paulista, por meio de manifestações culturais, de artesanato e de culinária, em um grande evento.

Sobre os contemplados tatuianos

O “Cordão Folclórico Tatuiense – Cordão dos Bichos” foi criado em 1928, virou tradição municipal e se tornou Patrimônio Cultural de Tatuí. Com seus adereços formados de bonecões e cabeções, o grupo tradicionalmente se apresenta no Carnaval e em eventos populares espalhando muita alegria; além de representar a cidade em programas folclóricos em âmbito nacional.

Já o “Tropeirinhos do Rancho” teve início na última década, em 2012, no bairro Congonhal, pelo violeiro e fandangueiro José Rafael de Oliveira. Seu objetivo é resgatar, preservar e divulgar as tradições tropeiras e caipiras, como o fandango, a catira, a recomenda das almas, as cavalgadas, a queima do alho, a música raiz, o toque de berrante, entre outras tradições do interior que, com o passar dos anos e o desenvolvimento, foram se perdendo. Atualmente, o grupo mantém o Espaço Cultural “Rancho da Viola”, para o desenvolvimento das culturas de tradição e raiz.

O tradicional grupo “Seresteiros com Ternura” destaca-se na cultura tatuiana desde o seu surgimento, no início de 2002, quando se apresentava embaixo da árvore chorão, nos jardins do Conservatório, em frente à rodoviária. Desde então, mantém viva a tradição da seresta no município e na região, se apresentando em diversos locais e festividades. Desde 2007 representa Tatuí no “Revelando SP” e desde 2013 promove o Projeto “Noite da Seresta com Ternura”, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”.

Por fim, os “Canturiões do Cururu” existem desde os anos 50 e se apresentam em rodas de cururu de diversas cidades, como São Paulo, Sorocaba, Agudos, Piracicaba, Botucatu e São Manoel, recebendo vários prêmios. O grupo já participou do Torneio de Cururu do Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, entre os anos de 2009 e 2014; e foi contemplado no “1º Festival de Arte e Cultura de Tatuí”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário