Boletim de informações COVID-19 n° 782 Tatuí, 01 de julho de 2022, sexta-feira, 11h00

8 PACIENTES HOSPITALIZADOS
492 INFECTADOS EM TRATAMENTO
0 DIAS SEM ÓBITOS
484 CASOS CONFIRMADOS EM 7 DIAS
69,14 MÉDIA MÓVEL DE CASOS POR DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sábado, 18 de junho de 2022

Projeto "O samba conta história" acontece no Museu neste domingo (19)

"O Samba Conta História e Canta Poesia!" é da Agência "Akoma Projetos Culturais" e será apresentado das 14h às 17h.

Projeto "O Samba Conta História e Canta Poesia!"


18/06/2022 -  Neste domingo (19/06), das 14h às 17h, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, da Prefeitura de Tatuí, acontecerá o Projeto “O Samba Conta História e Canta Poesia!”, da Agência “Akoma Projetos Culturais”. Diversas atividades gratuitas poderão ser prestigiadas pela população, realizadas com o apoio do “Coletivo Pé Vermeio”, da Justiça Restaurativa de Tatuí, de grupos organizados e influencers LGBTQIAP+ e da FATEC – Faculdade de Tecnologia de Tatuí “Prof. Wilson Roberto Ribeiro de Camargo”.

As apresentações ficarão por conta de Iaponira Bezerra, do “Império do Samba”, da “União Fênix”, do “Cordão dos Bichos Mirim” e de Ander Man Cardoso. Além disso, também participarão das atividades afrodescendentes empreendedores, como Pannu, Edilene do Acarajé e da Tapioca, Rapper Way, Ras Puppa Kanda, Ingrid Martins – a “Braba das Tranças” e uma mesa de convidados especiais, com apresentação e mediação do ator e dançarino, Diego Figueiredo.

Graças à parceria com a FATEC, dois workshops também serão realizados: um voltado para a temática LGBTQIAP+, com o especialista no assunto formado na PUC (Pontifícia Universidade Católica), Edson Defendi; e o outro sobre samba, com o antropólogo e sambista, Rogério Família, professor de Samba no Mestrado em Medicina Social da UERJ (Universidade Estadual do Rio de Janeiro).

O samba também será retratado por meio de grandes referências, como a centenária Ivone Lara; da poesia construída na cidade, que é o samba preto e periférico, realizado entre lutas e alegrias, na ginga e na rigidez da vida. Já a visibilidade LGBTQIAP+ celebrará a existência do movimento e a união dos coletivos culturais e de outros atores importantes da temática.

O evento recebeu recursos por meio do Edital de Cultura n° 02/2021, Concessão de Prêmios Inciso III da Lei Aldir Blanc (LAB) e conta com o apoio cultural da Prefeitura de Tatuí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário