Boletim de informações COVID-19 n° 775 Tatuí, 13 de maio de 2022, sexta-feira 11h00

27.351 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
26.733 PACIENTES RECUPERADOS
502 ÓBITOS CONFIRMADOS
116 INFECTADOS EM TRATAMENTO
26,42 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Iperó - Falta d'água afeta moradores de Araçoiaba da Serra e Iperó

Em alguns casos, o desabastecimento chega há uma semana

KALLY MOMESSO, no Cruzeiro do Sul, com edição do DT

14/12/2021 |  As medidas restritivas adotadas pelas concessionárias dos serviços de água em algumas cidades da Região Metropolitana de Sorocaba não estão sendo suficientes para garantir as necessidades mínimas da população. Moradores de Iperó e Araçoiaba da Serra, por exemplo, relatam as dificuldades sofridas pela falta de abastecimento de água. Em alguns casos, o desabastecimento chega a uma semana. Conforme os munícipes, a situação exigiu novas soluções para captação hídrica.

A moradora de Noemi de Jesus Oliveira Floriano, de 62 anos, conta que o Campos Vileta, em George Oetterer, Iperó, está há 5 dias sem distribuição de água. Apesar de ela e o marido contarem com caixa d'água, ela afirmou que os vizinhos já estão passando por dificuldades e que o bairro está um "caos".

A Noemi relatou diversas ligações para a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Entretanto, as resposta são sempre inconclusivas. “Eles dizem que não sabem nem o porquê está faltando água”, disse Noemi, em tom de indignação.

Em um grupo em uma rede social, internautas ainda fizeram publicações denunciando a situação e solicitando um posicionamento por parte das autoridades locais. A cidade não está entre as que contam com racionamento atualmente.

A distribuição de água de alguns bairros de Araçoiaba da Serra também apresenta dificuldades desde sábado (11). O município já contava com rodízio de água, em dias intercalados, por conta dos baixos níveis dos reservatórios. O bairro Ipanema do Meio está há 3 dias sem água para a vizinhança, enquanto o bairro Colonial passou a semana com racionamento.

Na residência de Clarisse Rodrigues, de 61 anos, foi preciso armazenar água da chuva para tomar banho e fazer as tarefas domésticas. Ela e o marido já registraram reclamações para a companhia de saneamento Águas de Araçoiaba, que afirma aos munícipes não ter água disponível, por conta da falta de captação dos mananciais devido à crise hídrica.

O morador do bairro Colonial, Abílio Ribeiro, de 52 anos, também notou a falta d'água. Ele relatou que durante toda a semana, sua casa recebeu pouca quantidade de água em apenas alguns momentos. “Estamos a semana inteira sem água. Durante a noite, no domingo, teve um pouco de água”. A solução para ele e a esposa foi comprar uma segunda caixa d'água para abastecer sua casa.
Iperó

Sobre o abastecimento de Iperó, a Sabesp explicou que a falta se deu devido a um problema no bombeamento da estação pressurizadora de água tratada no sábado (11). Os serviços de manutenção do equipamento foram concluídos ainda na tarde do sábado, com a retomada do abastecimento ocorrendo de forma gradual durante o domingo (12).

A Companhia esclareceu ainda que, “por causa da estiagem severa que atinge grande parte do país, o manancial e poços que abastecem o município de Iperó vem apresentando níveis instáveis e vazão abaixo do normal. Além disso, com as altas temperaturas, o alto consumo de água dificulta a recuperação de todo o sistema de abastecimento”.

De acordo com a Sabesp, no momento, toda a cidade está abastecida, mas, como os níveis de reservação estão baixos, pode haver intermitência pontual no abastecimento de alguns bairros, em especial nos locais mais altos do município. “A Companhia tem intensificado ações e ampliado instalações para continuar garantindo o fornecimento de água”, completou.

“Em Iperó, além da captação do Rio Sarapuí - que atende também o município de Boituva -, a Sabesp conta com 4 poços na sede da cidade. Esses sistemas estão operando com capacidade máxima. Por isso, para aliviar a produção e garantir a segurança hídrica um novo poço (P12) foi perfurado no Bairro da Várzea e já está reforçando o abastecimento. No distrito de George Oetterer além dos 6 poços já existentes, foi colocado em operação recentemente, com gerador, um novo Poço (P9) que irá aliviar o sistema produtor do distrito. A Companhia conta ainda com um poço para atendimento aos moradores de Bacaetava”.

A Sabesp orientou a população sobre a necessidade de manter o uso consciente da água, principalmente, nesse período de estiagem. Casos de emergência podem ser notificados na central de atendimento, pelos telefones 195 e 0800-055-0295 ou também pela agência virtual no site www.sabesp.com.br.
Araçoiaba da Serra

A Prefeitura de Araçoiaba da Serra informou que vem atuando em várias frentes no combate e também na prevenção à crise hídrica. “Além da inauguração da nova estação de tratamento, novos vetores de captação de água em toda região, novos poços artesianos e até caixas de água distribuídas à população em situação de vulnerabilidade social”, ressalta.

Já a companhia Águas de Araçoiaba disse em nota que, com a redução drástica do nível do Rio Pirapora, principal manancial que abastece o município e que chegou a zero nos últimos dias, foi necessário reduzir em 50% o volume de água captada. “A concessionária está complementando o abastecimento dos reservatórios com caminhões-pipa e revisando o plano de abastecimento periódico, que deve ser divulgado até o final da tarde de hoje (14)”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário