Boletim de informações COVID-19 n° 775 Tatuí, 13 de maio de 2022, sexta-feira 11h00

27.351 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
26.733 PACIENTES RECUPERADOS
502 ÓBITOS CONFIRMADOS
116 INFECTADOS EM TRATAMENTO
26,42 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

Estudantes são agraciados com a Medalha Paulinho Ribeiro 2021

Cinco alunas dos 9º anos do Ensino Fundamental II da Rede Municipal que obtiveram melhor desempenho estudantil no ano letivo de 2021 foram agraciadas.

Rebeca de Arruda Curitiba, da EMEF “Eunice Pereira de Camargo”, foi uma das alunas vencedoras.

24/12/2021 |  Na tarde de quarta-feira (22/12), cinco alunas dos 9º anos do Ensino Fundamental II da Rede Municipal de Ensino, que tiveram melhor desempenho estudantil no ano letivo de 2021, estiveram no gabinete do prefeito, no Paço Municipal, para receberem a Medalha “Paulinho Ribeiro”, instituída pela Lei Municipal nº 5.276, de 1º de agosto de 2018.

As alunas premiadas foram Ana Katherina Pedroso Lado, da EMEF “Prof. Alan Alves de Araújo” (Bairro Tanquinho); Rebeca de Arruda Curitiba, da EMEF “Eunice Pereira de Camargo” (Jardins de Tatuí); Tatiane Galvão de Oliveira, da EMEF “Prof.ª Maria Helena Machado” (Bairro Enxovia de Baixo); e Sarah Monteiro Almeida, do Núcleo de Educação Básica Municipal “Ayrton Senna da Silva” (NEBAM).

No ato estiveram presentes o prefeito de Tatuí, professor Miguel Lopes Cardoso Júnior; a secretária municipal de Educação, professora Elisângela da Costa Rosa Cecílio; e o secretário municipal de Governo e neto de Paulinho Ribeiro, Luiz Paulo Ribeiro da Silva, bem como seus familiares.

“Gostaria de agradecer a todos os envolvidos, principalmente aos estudantes e suas famílias, que se dedicaram neste ano difícil. Aos amigos e familiares do professor Paulinho Ribeiro aqui presentes – Luiz Paulo, Luiz Felipe, Sônia e Luiz Fernando (Nando) -, também minha gratidão”, comentou o prefeito de Tatuí.

A entrega da Medalha “Paulinho Ribeiro” aconteceu pela segunda vez, “sendo uma ferramenta para incentivar o estudo e ajudar a formar melhores cidadãos, além de também ser uma singela homenagem ao ex-prefeito de Tatuí, por duas vezes”, disse Miguel.

A Lei que instituiu o ato é de autoria do próprio prefeito, enquanto ainda era vereador em Tatuí, em 2018; logo no ano seguinte, aconteceu pela primeira vez a entrega das medalhas na Câmara Municipal; em 2020, em virtude da pandemia, não houve a cerimônia.

Sobre Paulinho Ribeiro – O professor e ex-prefeito de Tatuí Paulo Assumpção Ribeiro, que era carinhosamente conhecido por Paulinho Ribeiro, nasceu em Tatuí no dia 28 de janeiro de 1918, filho de Joaquim Assumpção Ribeiro (também prefeito de Tatuí) e Iracema de Almeida Ribeiro. Foi casado com a professora Lienete Avalone Ribeiro, com quem teve dois filhos: Sônia Maria Ribeiro da Silva e Paulo Sérgio Ribeiro, já falecido.

Cursou a segunda turma do Ginásio do Estado, em Tatuí, e formou-se pela Escola Normal “Peixoto Gomide”, em Itapetininga, no ano de 1937. Professor concursado, lecionou Geografia Geral e do Brasil no Ginásio onde estudou, o “Barão de Suruí”.

Na política local, foi vereador e presidente da Câmara, eleito com a expressiva votação de 5.745 votos. Foi antes prefeito de Tatuí por duas vezes, nos períodos de 1964 a 1967 e de 1972 a 1976. Foi convidado pelo secretário da Promoção Social do Estado de São Paulo, seu amigo Dr. José Felício Castelano, para exercer o cargo de coordenador do Serviço Social de Menores e, posteriormente, pelo prefeito de São Paulo, José Carlos de Figueiredo Ferraz, para o cargo de assistente de gabinete.

Foi também provedor da Santa Casa de Tatuí, membro fundador do Rotary Clube de Tatuí e membro do Clube da Poesia da Asseta – Faculdades de Tatuí e Clube da Aeronáutica.

Ao passar pela maior provação de sua vida, com a perda da esposa e do neto em um acidente automobilístico, o professor Paulinho, com sua filha, precisou lutar para manter-se vivo. Mas sua fé, em momento algum, veio a esmorecer. Dessa forma, aprendeu e ensinou que a vida muitas vezes pode ser complicada e difícil, porém, em todos os momentos, deve ser vivida na luz, com esperança e alegria.

Apesar de seus mais de 90 anos de idade, a juventude corria em suas veias e ele gostava de declamar a poesia “O Moço”. Enalteceu a “Tatuí da Seresta” e passou a ser conhecido e reconhecido como “Prefeito Seresteiro”. O poeta Teodoro Neto soube magistralmente captar a vida dessa grande personalidade, com os versos que dizem assim: “Seu Paulinho foi querido por todos e bom em todos os seus feitos, porque fazia com o coração. Na verdade, personalizou sua vida, o que a cidade canta em verso e prosa: a ternura”. O professor Paulinho Ribeiro faleceu em 21 de outubro de 2011, aos 93 anos de idade, na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário