Boletim de informaç0ões COVID-19 n° 546 Tatuí, 26 de julho de 2021, segunda-feira - 11h00h

17.647 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.182 PACIENTES RECUPERADOS
435 ÓBITOS CONFIRMADOS
30 INFECTADOS EM TRATAMENTO
20,14 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

segunda-feira, 31 de maio de 2021

Floresta Nacional de Ipanema completa 29 anos de criação

Ela abriga diversas espécies de animais e também guarda testemunhos da nossa história.

CRUZEIRO DO SUL com edição do DT

Floresta Nacional de Ipanema (Foto de Érick Pinheiro / Arquivo JCS)

30/05/2021 | Quando se fala em Meio Ambiente e Mata Atlântica, uma das referências da nossa região é a Floresta Nacional de Ipanema (Flona), que completou 29 anos neste mês. Criada no dia 20 de maio de 1992 pelo decreto federal nº 530, a Flona é uma Unidade de Conservação Federal, administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade -- ICMBio, do Ministério do Meio Ambiente.

Abrangendo parte dos municípios de Iperó, Araçoiaba da Serra e Capela do Alto, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), sua criação inseriu-se no contexto da Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, a Eco-92, e seu aniversário de 20 anos coincidiu com a Conferência Rio+20. A missão da Flona de Ipanema é proteger, conservar e restaurar os remanescentes de vegetação nativa do domínio de Mata Atlântica, especialmente o Morro Araçoiaba, e seus ambientes associados, seus atributos naturais, históricos e culturais, promover o manejo florestal, o uso público e ser referência em integração socioambiental, pesquisa e disseminação de conhecimentos.

Abrigando hoje cerca de 75 espécies de mamíferos, 354 espécies de aves, 27 espécies de répteis, 38 espécies de anfíbios e 37 espécies de peixes, a heterogeneidade ambiental da Floresta Nacional de Ipanema ganha maior importância por se situar numa área de tensão ecológica, entre Cerrado e Mata Atlântica.

A Flona também guarda testemunhos da história, com sítios arqueológicos anteriores à chegada dos colonizadores, que estão protegidos pela mata densa do Morro Araçoiaba, um fenômeno geológico, de formação vulcânica, com grande diversidade mineral, sendo a magnetita o minério predominante e utilizado para a fabricação de ferro na Real Fábrica de Ferro São João de Ipanema, criada por D. João VI, em 1810, mas conhecida desde o século XVI, quando a expedição de Afonso Sardinha e seu filho resultou na construção de duas forjas, em 1589, reconhecidas pela Associação Mundial de Produtores de Aço como a primeira tentativa de fabricação de ferro em solo americano.

Aberta ao público desde 1998, as atividades de visitação realizadas na Flona de Ipanema têm nos fatos históricos seu principal eixo temático, e normalmente são associadas às visitas aos monumentos do Sítio Histórico. Essas atividades são complementadas com percursos de caminhadas em trilhas naturais, sobretudo na Mata Atlântica, e de recreação na área de lazer. (Com informações do ICMBio/Flona)

Nenhum comentário:

Postar um comentário