Boletim de informações COVID-19 n° 677 Tatuí, 08 de dezembro de 2021, quarta-feira - 11h00h

18.448 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.976 PACIENTES RECUPERADOS
458 ÓBITOS CONFIRMADOS
14 INFECTADOS EM TRATAMENTO
4,14 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sábado, 13 de novembro de 2021

43ª Nacional Mangalarga: avaliação do evento é a melhor possível, diz Rabinovich

Mais importante evento do Cavalo de Sela Brasileiro alcançou bons resultados dentro e fora da pista de julgamento

A nova geração da raça demonstrou muita qualidade na Nacional. Foto de Márcio Mitsuishi.

12/11/2021 |  A 43ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga realizada entre os dias 21 e 31 de outubro, no Centro Hípico de Tatuí, registrou um balanço bastante positivo. A análise é feita por organizadores, autoridades locais, jurados e criadores que participaram desta que é considerada a mais importante mostra da raça Mangalarga.

Para Eduardo Rabinovich, Presidente da ABCCRM (Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga), a avaliação do evento é a melhor possível. “Acho que a 43ª Expo Nacional foi uma grande festa, realizada em um ambiente de muita amizade e em um local muito bom, cuja estrutura proporcionou todo o conforto para os participantes, além de ter possibilitado que os julgamentos transcorressem sem problemas e protegidos das variações do clima.”

Rabinovich destaca também o progresso do plantel da raça observado nesta Nacional. “A qualidade dos animais estava excepcional. Isso mostra que a evolução vem sendo constante, com o nível da tropa melhorando a cada ano. Além disso, tivemos páreos disputadíssimos, como o Grande Campeonato de Marcha Égua, que foi um verdadeiro espetáculo, com os animais andando maravilhosamente bem. Assim, acredito que estamos conseguindo ter um animal cada vez mais equilibrado, capaz de reunir marcha, função e morfologia.”

A evolução do plantel foi apontada também pelo jurado Jorge Lucena. “O nível nas exposições nacionais é sempre muito alto. Por isso, a gente sempre teve a presença de expoentes, animais que se destacavam, mas agora esses exemplares estão em mais quantidade, está ocorrendo uma padronização muito grande de animais superiores”, destaca o profissional, que integrou pela terceira vez a comissão de jurados da Nacional.

Lucena ressalta que esse fato pôde ser notado principalmente entre os animais jovens. “Isso mostra justamente a evolução da raça, com as categorias de potros e potrancas apresentando muita homogeneidade e muita qualidade. Trata-se de uma geração que vem chegando muito forte, o que mostra que os criadores têm conseguido replicar os animais de qualidade, eles não estão produzindo somente um ou dois indivíduos, mas sim uma quantidade expressiva de animais de qualidade.”

Por sua vez, o Vice-Presidente de Exposições da ABCCRM, Carlos Cesar Peres Iembo, salienta que o evento transcorreu muito bem, com a presença de público atingindo as expectativas dos organizadores. “Este ano, nós ainda tivemos que restringir a entrada no recinto apenas aos associados e seus familiares, além de adotar uma série de medidas sanitárias por conta da pandemia de covid-19, mesmo assim já foi possível ter a presença de muitos criadores e de muitas pessoas que não puderam estar conosco no ano passado. Isso proporcionou um ambiente muito agradável e fez com que a festa fosse toda muito gostosa.”

A 43ª Nacional Mangalarga foi ainda muito relevante para o município sede, merecendo até mesmo a realização de uma pesquisa de demanda turística promovida pela Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude.

O estudo, que obteve um total de 107 respostas, das quais 60,7% foram de homens e 39,3% de mulheres, comprovou a diversificada proveniência do público do evento, com pessoas de diversas cidades do Estado de São Paulo e de todo o Brasil, como Cuiabá (MT), Recife (PE), Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Florianópolis (SC), Rio de Janeiro (RJ), Londrina (PR), Guaxupé (MG), Uberaba (MG), Três Lagoas (MS) e Nova Lima (MG).

“Este evento foi de extrema importância para Tatuí, pois há estimativas de que movimentou mais de R$ 2 milhões em negócios, especialmente hotéis, restaurantes e outros serviços, gerando desenvolvimento, renda e emprego, além de ter projetado o nome da cidade e da região para todo o Brasil. É o Turismo mais forte auxiliando a economia local”, comemorou o Secretário Municipal de Turismo, Cassiano Sinisgalli.

Promovida pela ABCCRM, a 43ª Exposição Nacional contou com a participação de cerca de 490 animais, expostos por 122 criatórios das cinco regiões do país. Para obter mais informações sobre o cavalo Mangalarga, siga as páginas oficiais da raça no Instagram e no Facebook ou visite o portal www.cavalomangalarga.com.br.

Os páreos de marcha foram extremamente disputados em Tatuí. Foto de Júlio Oliveira

(Pedro C. Rebouças)

Nenhum comentário:

Postar um comentário