Boletim de informações COVID-19 n° 677 Tatuí, 08 de dezembro de 2021, quarta-feira - 11h00h

18.448 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.976 PACIENTES RECUPERADOS
458 ÓBITOS CONFIRMADOS
14 INFECTADOS EM TRATAMENTO
4,14 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Artista plástico Jaime Pinheiro faz bate-papo sobre cultura caipira na Biblioteca Municipal

A ação é coordenada pela professora de Projetos de Incentivo à Leitura da Biblioteca Municipal, Maria Salete Pereira.

Jaime Pinheiro e o personagem Nhô Lau

18/11/2021 |  O artista plástico e cenógrafo Jaime Pinheiro conduzirá, nesta quinta-feira (18/11), às 14h, na Biblioteca Municipal “Brigadeiro Jordão”, um bate-papo com adolescentes sobre Cultura Caipira. A ação é coordenada pela professora de Projetos de Incentivo à Leitura da Biblioteca Municipal, Maria Salete Pereira.

O interessado em participar do bate-papo deve procurar a biblioteca, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30. A Biblioteca “Brigadeiro Jordão” está situada na Rua Santa Cruz, nº 405. 

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail biblioteca@tatui.sp.gov.br ou pelo telefone (15) 3259-5647.

Sobre o cenógrafo Jaime Pinheiro – Graduado em Educação Artística, com habilitação em Artes Plásticas e especialização em Design, Jaime Pinheiro foi professor de Cenografia e Teatro de Animação na Universidade de Sorocaba (Uniso), de 2008 a 2010 e em 2012.

Desde 1990 atua como cenógrafo no Conservatório de Tatuí, projetando e executando cenários para concertos, shows, festivais e teatros. Também no Conservatório de Tatuí, Jaime Pinheiro leciona o curso de Cenografia e Adereços.

Foi professor de Desenho, Técnicas de Materiais Expressivos, Fundamentos da Expressão Artística, Desenho de Observação e Cenografia na Associação de Ensino Tatuiense, de 1996 a 2010.

Ao longo de sua carreira artística, Jaime Pinheiro participou de diversos projetos para teatros, shows musicais, espetáculos de dança, teatros de animação, e realizou diversos outros eventos para grupos artísticos como: Esparrama, Cia. Mútua, Coletivo Cê, TV Cultura, Encantoria, Balleteatro Mônica Minelli, Balleteatro Fred Astaire e Pindorama. Dentre seus trabalhos mais notáveis estão: Festival de Inverno de Campos do Jordão; Livro de Rua; TV Cultura; Prelúdio; Prêmio “Carlos Gomes”; “Esparrama pela Janela”; “Ser Tão Brasileiro”; e “Um Príncipe chamado Exupéry”.

Jaime Pinheiro também atuou na parte de direção, cenografia e bonecos dos espetáculos: “Pedro e o Lobo” (Teatro São Pedro – Oferenda Musical 2009) e “Cruzada de Crianças” (2009). Bonecos, cenografia, figurinos e adereços para Ingrid Koudela (espetáculos de 2008, 2009, 2010 e 2012) e nas óperas “Dido e Enéias”, de Henry Purcell (2009), “Orfeu no Inferno”, de Jacques Offenbach (2011) e “A Peste e o Intrigante”, de Mário Ficarelli (1985).

O cenógrafo também atua no desenvolvimento de pesquisas na área de Teatro de Animação, com trabalhos apresentados em São Paulo, Santa Catarina e Portugal. Além disso, trabalha de maneira autônoma como ilustrador de Artes Gráficas, e em projetos especiais na área de Design, como troféus, móveis, ambientes e arquitetura, como, por exemplo, o saguão do Conservatório de Tatuí.

Sua carreira também é marcada pela realização das instalações cenográficas do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, de Tatuí, e por ter sido coordenador do “Festival Estadual de Cururu”, promovido pelo Conservatório de Tatuí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário