Boletim de informações COVID-19 n° 677 Tatuí, 08 de dezembro de 2021, quarta-feira - 11h00h

18.448 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.976 PACIENTES RECUPERADOS
458 ÓBITOS CONFIRMADOS
14 INFECTADOS EM TRATAMENTO
4,14 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 16 de novembro de 2021

Tatuí tem queda na mortalidade infantil, mas índice ainda é alto

Taxa de 11,74 óbitos por mil crianças nascidas em Tatuí no ano passado é menor que a de 2019, de 15,14, mas maior que a média estadual (9,75) e que o índice da RMS (9,42)


14/11/2021 |  A taxa de mortalidade infantil registrada em Tatuí em 2020 é de 
11,74 mortes para cada mil crianças nascidas vivas. Houve queda em relação a 2019, quando registramos 15,14. Os dados apontam índice superior à média da região e do Estado. As informações são do Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), ligado ao Governo do Estado de São Paulo, e foram divulgadas na quinta-feira (11).

De acordo com as informações, a cidade teve 1.533 nascimentos em 2020. No mesmo período, foram 18 óbitos infantis, chegando ao índice de 11,74 para cada mil nascimentos. 

O índice da cidade é pior que o da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), que tem 9,42 mortes para cada mil crianças nascidas. O número do município também é maior que a média estadual, que fechou em 9,75.

Região Metropolitana

Na região Metropolitana, Mairinque tem 6,09 mortes para cada mil nascimentos, Sorocaba tem 8,53 e Porto Feliz, 8,78 mortes para o mesmo grupo de nascidos. Nas demais cidades a situação é a seguinte: Alambari: 0 mortes para cada mil nascimentos; Jumirim: 0; Pilar do Sul; 0; Salto de Pirapora: 2; Araçoiaba da Serra: 2,73; Boituva: 5,2; São Roque: 5,26; Piedade: 6,06; Salto: 9,06; Itu: 9,53; São Miguel Arcanjo: 10,67; Itapetininga: 11,57; Iperó: 11,73; Votorantim: 11,91; Cesário Lange: 12,55; Ibiúna: 12,78; Capela do Alto: 13,11; Tietê: 14,32; Araçariguama: 14,58; Alumínio: 15; Cerquilho: 17,17; Sarapuí: 17,24; Tapiraí: 40,4Trata-se do quinto ano seguido em que Tapiraí apresenta índice acima de 20 mortes por mil nascimentos. A capital São Paulo registrou 10,36.

O Seade produz estatísticas de mortalidade a partir dos registros de óbitos enviados mensalmente pelos cartórios de registro civil de todos os municípios paulistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário