Boletim de informações COVID-19 n° 677 Tatuí, 08 de dezembro de 2021, quarta-feira - 11h00h

18.448 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.976 PACIENTES RECUPERADOS
458 ÓBITOS CONFIRMADOS
14 INFECTADOS EM TRATAMENTO
4,14 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 12 de novembro de 2021

Clube do Choro, do Conservatório de Tatuí, e grupo 'Choro das 3' se apresentam na Praça da Santa

"Choro das 3" lançou seu primeiro CD em 2008, intitulado "Meu Brasil Brasileiro", gravado pela Som Livre; o trabalho garantiu ao grupo o prêmio de "Melhor Grupo de Música Popular", da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte).


11/11/2021 | O Clube do Choro do Conservatório de Tatuí realizará, na Praça Martinho Guedes, a Praça da Santa, nesta sexta-feira (12/11), às 17h, mais um show gratuito, desta vez, com o grupo familiar “Choro das 3”. A ação é proposta pela instituição de música tatuiana, da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, em parceria com a Prefeitura de Tatuí, e integra a programação do “Festival de Cultura” da Capital da Música.

O grupo, formado por ex-alunas do Conservatório de Tatuí, há quase duas décadas dedica-se à música instrumental brasileira. É composto pelo pandeirista Eduardo Ferreira e suas filhas Corina (que toca flauta e flautim), Lia (no violão 7 cordas) e Elisa (que toca bandolim, clarinete, banjo, piano e acordeão), contando, atualmente, com 11 CD’s gravados. Tudo começou quando um professor voluntário começou a ensaiar um coral com a classe de primeiro ano primário onde Corina estudava, em sua cidade natal, Porto Feliz (SP). Ela então, decidiu estudar flauta doce, animando o pai a comprar um pandeiro para se divertirem juntos. As irmãs mais novas logo aderiram e a brincadeira, em pouco tempo, se tornou profissão. A missão de pai e grande incentivador do grupo foi cumprida com muito amor, zelo e sensibilidade. Infelizmente, o grupo perdeu seu quarto integrante, Eduardo, em junho de 2020.

O “Choro das 3” lançou seu primeiro CD em 2008, intitulado “Meu Brasil Brasileiro”, gravado pela Som Livre; o trabalho garantiu ao grupo o prêmio de “Melhor Grupo de Música Popular”, da APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte). Outro momento especial de sua história aconteceu em 2011, na estreia das apresentações internacionais, quando as irmãs foram ovacionadas durante o “Festival de Bandolins”, em Lunel, na França, mostrando a força do gênero musical em um evento que reuniu instrumentistas de todo o mundo. Desde então, o grupo realiza anualmente uma turnê internacional para divulgar a música brasileira. Com a pandemia da Covid-19, as viagens foram adiadas, mas a expectativa é de retomar o contato com o público internacional a partir de 2022.

Também em virtude da Covid-19, o “Choro das 3” se reinventou, promovendo seus encontros por meio da Internet, especialmente em lives realizadas às quintas-feiras em seu canal no YouTube. O grupo também firma sua marca nas redes sociais, fortalecendo o contato com os fãs do Brasil e do exterior. a

Nenhum comentário:

Postar um comentário