Boletim de informações COVID-19 n° 782 Tatuí, 01 de julho de 2022, sexta-feira, 11h00

8 PACIENTES HOSPITALIZADOS
492 INFECTADOS EM TRATAMENTO
0 DIAS SEM ÓBITOS
484 CASOS CONFIRMADOS EM 7 DIAS
69,14 MÉDIA MÓVEL DE CASOS POR DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quarta-feira, 22 de setembro de 2021

Prefeitura deve iniciar plantio de árvores e gramas às margens do Ribeirão do Manduca

A ação dá sequência ao trabalho de retaludamento das margens do ribeirão na Vila Dr. Laurindo 

Plantio de gramas às margens do Ribeirão do Manduca é uma das etapas de recuperação.

22/09/2021 |  A Prefeitura de Tatuí, por meio das secretarias de 'Obras e Infraestrutura' e de 'Agricultura e Meio Ambiente', realiza desde o início deste ano uma ação de reparo nos taludes às margens do Ribeirão Manduca. A iniciativa foi necessária devido ao nível de erosão avançada que alguns pontos do ribeirão apresentavam. A próxima etapa é o plantio de 60 mudas de diversas espécies nativas, nos quatro trechos que compõe a área.

Cerca de 900 metros lineares do Manduca, entre a Avenida Domingos Bassi (nas proximidades do novo Paço Municipal) e a Praça João Antônio da Fonseca (Vila Dr. Laurindo), sendo divididos em quatro trechos, enfrentavam esse problema de erosão. O processo inicial da revitalização das margens, chamado de “retaludamento” (contenção que utiliza o solo como seu principal material, para a contenção de taludes com risco de deslizamentos), foi conduzido pela Secretaria de Obras e Infraestrutura.

Agora, para finalizar as ações de revitalização, a Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente plantará árvores e grama tipo esmeralda, em 4 mil m² do local, para auxiliar na contenção do solo, coibindo novos pontos de erosão. As espécies nativas que serão plantadas para reaproximar a fauna local são Sibipiruna, Canafístula, Cereja do Rio Grande, Araçá Vermelho e Araçá Amarelo; depois, haverá o plantio de mudas de Ipê, para embelezar e colorir os trechos.

A arborização do local produzirá sombreamento nas calçadas e ruas, diminuirá a temperatura, gerando conforto térmico para as pessoas que utilizam o espaço para atividades físicas, fornecerá abrigo e alimento para os pássaros; auxiliará na proteção das margens do córrego; e melhorará o aspecto estético e paisagístico do local.

Este último processo de revitalização – o plantio de árvores e de grama -, foi viabilizado por meio da conversão de compensações ambientais de pessoas físicas e jurídicas que estavam com processos de licenciamento, ou notificação ambiental, pendentes junto ao Departamento de Meio Ambiente, sendo assim, não estão sendo aplicados recursos públicos para conclusão destas ações.

COMPARTILHE A VERDADE

Nenhum comentário:

Postar um comentário