Boletim de informações COVID-19 n° 705 Tatuí, 17 de janeiro de 2022, segunda-feira - 11h00h

22.822 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
20.527 PACIENTES RECUPERADOS
461 ÓBITOS CONFIRMADOS
1.834 INFECTADOS EM TRATAMENTO
450 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 21 de setembro de 2021

Acusado de matar a esposa de 72 anos em Tatuí é absolvido nesta terça-feira

Anísio Moreira Satel respondeu por homicídio qualificado, denunciado como autor das agressões e morte de sua companheira Adelaide Satel. No entanto, foi absolvido por voto da maioria do Corpo de Jurados em sessão do Tribunal do Júri


Momento de sua prisão provisória (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

21/09/2021 |  O homem acusado de agredir e matar a esposa de 72 anos, em Tatuí, no ano passado, foi julgado na tarde desta terça-feira (21). De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), ele foi declarado inocente por decisão da maioria do Corpo de Jurados.

O júri de Anísio estava marcado inicialmente para o dia 17 de agosto, mas ele não foi encontrado para a sessão porque trocou de casa sem comunicar a Justiça e acabou não sendo intimado, de acordo com o TJ.

Na defesa do réu, atuaram os advogados Roberto Alexandre, Júlio Cagliume e Bruno Giovani.

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito alegou que a esposa tinha depressão, fazia uso de medicamentos controlados e, após dizer que "ficaria na dele", a mulher teria se atirado pela janela do quarto.

Em julho de 2020, o homem foi preso na casa onde morava, mesmo local dos fatos. A prisão foi acompanhada por diversos manifestantes, que passaram parte da tarde e da noite em frente à residência do homem pedindo a prisão dele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário