Boletim de informações COVID-19 n° 801 Tatuí, 25 de novembro de 2022, sexta-feira, 11h00

4 HOSPITALIZADOS
155 INFECTADOS EM TRATAMENTO
29 DIAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19
431 CASOS CONFIRMADOS EM 21 DIAS
20,52 MÉDIA MÓVEL DE CASOS POR DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 11 de novembro de 2022

Trabalhadores da Forusi, em Iperó, rejeitam acordo e decidem não assistir a Copa

Proposta de compensação das horas dos jogos do Brasil apresentada pela fábrica foi reprovada em assembleia. 

Imprensa SMetal

Foto: Foguinho/Imprensa SMetal


09/11/2022 | Os trabalhadores da Forusi, em Iperó, rejeitaram a proposta da empresa de calendário de compensação de horas para assistirem aos jogos da Copa do Mundo, que começa no dia 20 de novembro, em assembleia realizada na quarta-feira (9). Na assembleia foi votado ainda a troca de dia para que os funcionários possam folgar no dia 30 de dezembro.

Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Sorocaba e Região (SMetal), Valdeci Henrique da Silva (Verdinho), a proposta da empresa para compensar as horas não trabalhadas durante os jogos do Brasil não trazia qualquer contrapartida aos trabalhadores e, por isso, foi rejeitada pela maioria.

“Durante as negociações, nós insistimos para que a empresa melhorasse a proposta, mas eles insistiram que essas horas fossem pagas no sábado e feriado. Por isso, a maioria dos trabalhadores decidiu por não assistir aos jogos da Copa do Mundo”, explicou o vice-presidente do SMetal.

Na assembleia, Verdinho conversou com os trabalhadores e foi informado que, após cobrança do Sindicato, em outubro de 2022, a pressão por parte de alguns encarregados para a realização de horas extras na empresa cessaram. “Por isso é tão importante que os metalúrgicos denunciem qualquer irregularidade dentro da fábrica. São vocês que estão no dia a dia e sabem quais os problemas vividos no local de trabalho, além de melhorias a serem cobradas. Contem sempre com o seu Sindicato”, enfatizou.

Ele disse ainda que irá pautar a empresa para discutir a inclusão de itens da cesta básica dos trabalhadores que foram retirados durante a pandemia da Covid-19. A Forusi fabrica torneiras, chuveiros elétricos, entre outros equipamentos, tem cerca de 150 trabalhadores e fica no Distrito Industrial de Iperó, município vizinho de Tatuí.

Leia mais sobre esse assunto em https://www.smetal.org.br/imprensa/trabalhadores-da-forusi-rejeitam-acordo-e-decidem-nao-assistir-a-copa/20221109-115351-B780

Nenhum comentário:

Postar um comentário