Boletim de informações COVID-19 n° 705 Tatuí, 17 de janeiro de 2022, segunda-feira - 11h00h

22.822 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
20.527 PACIENTES RECUPERADOS
461 ÓBITOS CONFIRMADOS
1.834 INFECTADOS EM TRATAMENTO
450 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 7 de janeiro de 2022

Câmara devolve R$ 3,4 milhões em economia do duodécimo à Prefeitura

Recurso será revertido em benefícios para a população. ‘Estamos fazendo a maior devolução de todos os tempos’, declara Marquinho de Abreu, presidente da Câmara

06//01/2022 |  No dia 29 de dezembro, última quarta-feira de 2021, o Presidente da Câmara Municipal de Tatuí, Antonio Marcos de Abreu (PSDB) concluiu a devolução orçamentária do duodécimo economizada pela administração do Legislativo com apoio dos vereadores, servidores e assessores parlamentares. O repasse realizado na ocasião foi de R$ 2.225.170,70 e corresponde ao segundo lote encaminhado à Prefeitura. O primeiro foi efetivado dia 17 de dezembro de 2021, no valor de R$ 1,2 milhão.

Com as devoluções, a Câmara totaliza R$ 3.425.170,70 em recursos economizados. A efetivação do repasse aconteceu em reunião no Paço Municipal por Marquinho de Abreu ao prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior.

O Presidente também repassou ao chefe do Executivo um ofício reiterando o compromisso firmado entre eles. Entre outubro e novembro, os dois gestores definiram em audiência em quais áreas seriam aplicados os recursos que seriam devolvidos. “Eles atenderão a uma série de demandas de necessidade”, comentou Marquinho.

“Estou muito feliz com o resultado. Esta é a maior economia de todos os tempos, motivo de muito orgulho e resultado de muita dedicação. Não tem receita pronta, não tem truque. Tem muito suor, muita vontade de fazer, persistência e respeito ao dinheiro público”, destacou.

Marquinho explicou que os recursos são decorrentes da política econômica implantada na gestão dele, com apoio dos demais parlamentares, de funcionários e assessores. Ele também destacou que a prerrogativa é da Presidência em implantar uma política mais austera. “A decisão de cortar gastos é do chefe do Legislativo, mas uma ação desse porte só tem sucesso se as pessoas forem cativadas e comprarem a ideia”, destacou.

Marquinho também disse que tem como meta, na função de Presidente, gerir bem os recursos da casa de leis durante o exercício do mandato. “Fui eleito duas vezes, por aclamação, para presidir da Câmara. E vou seguir nessa toada até o fim da minha administração”, disse. Marquinho acrescentou que vai acompanhar a execução dos recursos para garantir que eles sejam aplicados conforme o combinado com o Executivo.

“Nós temos uma lista de setores que serão beneficiados com a economia dos vereadores, que entreguei ao prefeito e estou repassando à imprensa”, informou. Devem receber recursos o Banco de Sangue (R$ 100 mil) e a Santa Casa (R$ 10 mil para aquisição de equipamentos). O hospital já recebeu R$ 1,2 milhão, sendo R$ 1.090.000,00 empenhado para o pagamento do 13º salário dos funcionários.

A lista divulgada inclui:

- Guarda Civil Municipal (R$ 200 mil);
- Departamento Municipal de Trânsito (R$ 100 mil);
- Assistência Farmacêutica (R$ 250 mil);
- Samu (R$ 100 mil);
- CIR (Centro Integrado de Reabilitação, com R$ 200 mil);
- Departamento de Meio Ambiente (R$ 100 mil);
- Departamento de Esportes (R$ 200 mil);
Cada de Apoio para pacientes com câncer em Jaú (R$ 200 mil);
- Secretaria de Obras e Infraestrutura (R$ 500 mil);
- Incubadora de Empresas (R$ 50 mil para reforma).

Nenhum comentário:

Postar um comentário