Boletim de informações COVID-19 n° 775 Tatuí, 13 de maio de 2022, sexta-feira 11h00

27.351 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
26.733 PACIENTES RECUPERADOS
502 ÓBITOS CONFIRMADOS
116 INFECTADOS EM TRATAMENTO
26,42 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 14 de janeiro de 2022

Prefeitura faz novas operações de abordagens a moradores de rua

Operações ocorreram na Rua XI de Agosto, no Centro, na Praça da Matriz e no Largo do Mercado

Ação reuniu técnicos da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social e Guarda Civil

13/01/2022 |  Entre os dias 6 e 7 de janeiro, as secretarias municipais de "Assistência e Desenvolvimento Social" e de "Segurança Pública e Mobilidade Urbana" realizaram duas operações de abordagem de pessoas em situação de rua, em conjunto com a Guarda Civil Municipal e o CREAS – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, no centro da cidade. O intuito foi retirar essas pessoas da rua e levá-las para casas de acolhimento. As duas operações resultaram em 17 abordagens.

Na noite de quinta-feira (06/01), a Operação percorreu a Rua XI de Agosto, em frente da loja Cybelar, a Praça da Matriz e o Mercado Municipal, abordando ao todo 15 pessoas, das quais 4 foram acolhidas e 3 levadas para suas residências; oito pessoas rejeitaram a ajuda, preferindo permanecer nas ruas.

Já na manhã da sexta-feira (07/01), foram abordadas 2 pessoas em frente da antiga sede do Departamento Municipal de Trânsito, na Rua XI de Agosto. Uma delas alegou ser de São Paulo e que estaria no município há algumas semanas em busca de tratamento para dependência química; ela solicitou uma passagem de ônibus para Porto Feliz, dizendo que lá haveria uma comunidade terapêutica onde gostaria de se internar. Já a outra pessoa, apresentou uma fala desconexa, aparentando ter problemas psiquiátricos, por isso, ela será atendida pelo CREAS. Ambos foram qualificados pela Guarda Civil Municipal.

A ação foi realizada em virtude do aumento do número de pessoas em situação de rua em Tatuí, principalmente na área central. A Prefeitura promove operações como essas constantemente: abordando, identificando e qualificando estas pessoas e lhes oferecendo os serviços de acolhimento na Casa de Apoio ao Irmão de Rua São José; de internação voluntária nas comunidades terapêuticas; doando passagens para seguirem viagem; e outros encaminhamentos necessários, como contato com a família, auxílio com a segunda via de documentação civil, entre outros.

Casa de Apoio ao Irmão de Rua São José – O local oferece acolhimento temporário, alimentação, higiene e guarda de pertences. Atualmente, cerca de 60 pessoas podem ser atendidas pela entidade, além de outras 20, que podem se alimentar no local, mesmo se não desejarem o acolhimento.

Além disso, a Casa de Apoio tem o serviço “Casa de Passagem”, que oferece passagem para pessoas que estejam em trânsito (trecheiros). Segundo relatórios, entre 7 e 9 pessoas usufruem do benefício por dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário