Boletim de informações COVID-19 n° 787 Tatuí, 05 de agosto de 2022, sexta-feira, 11h00

5 PACIENTES HOSPITALIZADOS
217 INFECTADOS EM TRATAMENTO
8 DIAS SEM ÓBITOS PELA COVID-19
214 CASOS CONFIRMADOS EM 7 DIAS
30,57 MÉDIA MÓVEL DE CASOS POR DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quinta-feira, 19 de março de 2015

Tatuí inaugura Centro de Atenção Psicossocial em abril

Município terá rede para atendimento terapêutico psiquiátrico de álcool e drogas

Está prevista para o mês de abril a inauguração do Centro de Atenção Psicossocial - CAPS. Marco para a implantação da chamada Rede de Atenção Psicossocial – RAPS, com atendimento terapêutico psiquiátrico e atenção aos usuários de álcool e drogas. O cronograma de implantação da unidade segue a determinação do Ministério da Saúde. Após a instalação do CAPS, o atendimento nesse segmento será ampliado com a implantação de serviços residenciais terapêuticos, leitos psiquiátricos na própria Santa Casa, além da modalidade de CAPS exclusiva para usuários de álcool e drogas. O conceito psicossocial também será levado ao dia a dia das unidades básicas de saúde, com o chamado primeiro atendimento de menor complexidade.

A implantação da rede psicossocial será uma revolução na qualidade e na modalidade de atendimento ao paciente. O repasse para implantação e equipamento do CAPS é de R$ 60 mil. O mesmo valor será liberado mensalmente para manutenção das atividades realizadas na unidade.

Tatuí receberá o CAPS modelo II, para cidades com mais de 100 mil habitantes. O conceito utiliza estruturas terapêuticas intermediárias entre a hospitalização integral e o acompanhamento ambulatorial, que se responsabilizam por atender indivíduos adultos com transtornos psiquiátricos graves, desenvolvendo programas de reabilitação psicossocial, estimulando sua integração social e familiar e apoiando suas iniciativas de busca da autonomia, oferecendo-lhes atendimento multidisciplinar. A equipe será composta por médico psiquiatra, assistente social, psicólogo, terapeuta ocupacional, enfermeiro, oficineiros, educador físico e farmacêutico. Além das consultas, o projeto será composto por diversas atividades, como oficinas terapêuticas e culturais, encontros coletivos de conversa e orientações individuais ou em grupo.

“O CAPS funcionará em uma chácara de 3 mil metros quadrados no bairro Nova Tatuí. Em um local agradável e com muito espaço para atividades diversificadas, como horta e pomar, além dos consultórios e espaços para oficinas e atividades físicas. Trata-se de um compromisso que assumimos em campanha, que a Prefeitura passaria a ser protagonista no combate às drogas e no tratamento aos usuários. A implantação do CAPS e da RAPS é justamente esse primeiro passo”, comentou o prefeito José Manoel Correa Coelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário