Nosso Jornal Online

Tatuí, 


terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Tatuí deve fechar o ano com recorde na geração de empregos formais



Tatuí deve fechar o ano com recorde na geração de empregos formais
No mês de novembro, Tatuí gerou 224 novos empregos formais, isto é, com carteira assinada. O índice positivo é de 0,97%. Os dados são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), publicados na última semana pelo Ministério do Trabalho em Emprego.
Os dados também favorecem uma expectativa positiva com relação à geração de empregos no município. Em 2009, em onze meses, Tatuí já registra 1.837 novos empregos formais, um crescimento de 8,57%, o maior da região sudoeste paulista neste ano entre cidades com mais de 100 mil habitantes.
Se neste mês de dezembro, o índice for também positivo, é provável que Tatuí termine 2009 com a geração de 2 mil empregos formais, o melhor índice do município nesta década.
Em dez anos, o melhor resultado foi em 2008, com o total de 1.932 novos empregos formais. Nos anos anteriores, os números foram os seguintes: 1.071 em 2007, 671 em 2006, 802 em 2005, 933 em 2004, 464 em 2003, 1358 em 2002, 509 em 2001 e 395 em 2000.
Os dados do Ministério do Trabalho e Emprego indicam que esta alta é representativa pelo crescimento de vários segmentos econômicos. O principal é o setor de serviços, com 1.281 novos empregos gerados este ano. Outros setores de destaque são o de administração pública, com 179 novos postos de trabalho; o da indústria de transformação com 172 novos empregos formais e o comércio, com 132 novos registros.
Na avaliação do prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, em 2009, o município de Tatuí viveu um momento econômico importante. “Novas indústrias se instalaram e trouxeram mais empregos. Com as novas indústrias também cresceu o comércio e o setor de serviços”, apontou Gonzaga.
Nos últimos quatro anos Tatuí viveu um “boom” industrial, repleto de novos investimentos. Um bom exemplo aconteceu no mês de abril deste ano. Entrou em operação em Tatuí a indústria de vidros Guardian, cujo investimento soma U$ 180 milhões. A capacidade de produção da multinacional já é de 800 toneladas de vidro plano por dia, a maior do mundo neste segmento.
A Guardian gerou 230 empregos diretos e projeta gerar até mil empregos indiretos num prazo de 5 anos. Algumas empresas que prestam serviços à indústria de vidros também estão se estabeleceram em Tatuí. É o caso da Transportadora Ouro Verde, que gerou 80 novos empregos. Já a empresa Termoglass, cliente da Guardian, adquiriu recentemente uma área particular de cerca de 90 mil m2 ao lado da indústria de vidros para sua implantação.
Na região - Os números de Tatuí em 2009 impressionam ainda mais quando são comparados com outros municípios da região, de igual ou maior densidade habitacional. Em Itapetininga, por exemplo, neste ano foram gerados 1.289 novos empregos formais, com o índice de 4,73%. Em Salto, foram 620 e índice de 2,50%. Em Itu, foram 2.039 e índice de 4,63%. Em Sorocaba, foram 923 e índice de 0,60%. Em Votorantim foram 294 e índice de 2,27%.

Nenhum comentário:

Postar um comentário