Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quarta-feira, 18 de maio de 2016

Tatuí terá programação especial no Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças

Evento na Praça da Matriz e palestras de formação, todos gratuitos, acontecem na quarta

O Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado anualmente em 18 de maio, terá programação especial em Tatuí. O evento acontece nesta quarta-feira, das 9h às 15h, na Praça da Matriz, a partir de ação do Departamento Municipal do Bem Estar Social e Cidadania que terá parceria do Fundo Social de Solidariedade, secretaria da Indústria, Desenvolvimento Econômico e Social; Educação, Cultura e Turismo; Lions Clube, conselhos de direitos, incluindo o Conselho Tutelar e da Criança e do Adolescente; Promotoras Legais; Justiça Restaurativa; entidades Assistenciais e empresas do município.

As atrações começam logo às 9h, com a distribuição de folders, orientação sobre a temática e exposição de cartazes. Já às 13h, haverá apresentação do grupo Ritmos do Brasil, que reúne crianças atendidas pelo Centro de Referencia de Assistência Social do Jardim Gonzaga e Vila Doutor Laurindo.

Já às 18h30, no auditório da Escola Nebam, serão ministradas palestras voltadas exclusivamente para os profissionais que atuam diretamente com crianças e adolescentes. O juíz da Vara da Infância e Juventude e coordenador do Núcleo de Justiça Restaurativa de Tatuí, Marcelo Nalesso Salmaso, irá abordar o tema “A violência está em todo lugar e a solução depende de todos nós”. Na seqüência, a psicóloga e coordenadora do CRAS Central, Lucília Grando, abordará o tema “Impactos psicológicos”.

De acordo com Lucília, o objetivo é estabelecer parcerias para formar um banco de dados sobre os indicadores e estatísticas de ocorrências no município. “O grande destaque desse evento não se trata somente em fomentar a denúncia, mas da promoção de ações que provêm do compromisso, empenho, tomada de decisão, cooperação e trabalho em equipe de todos os envolvidos, que desejam que as crianças tatuianas cresçam e desenvolvam todo o seu potencial como seres humanos livres de marcas e dores profundas que qualquer tipo de violência possa causar”, completou Lucília.

Como denunciar

Por meio do Disque 100, qualquer pessoa pode denunciar a violência contra crianças e adolescentes, colher informações acerca do paradeiro de crianças e adolescentes desaparecidas, tráfico de pessoas – independentemente da idade da vítima – e obter informações sobre os conselhos tutelares.

O serviço funciona diariamente de 8h às 22h, inclusive nos finais de semana e feriados e a ligação pode ser feita gratuitamente de qualquer telefone. As denúncias recebidas são analisadas e encaminhadas aos órgãos de defesa e responsabilização, conforme a competência, num prazo de 24h. A identidade do denunciante é mantida em absoluto sigilo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário