Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sábado, 5 de dezembro de 2015

Página no Facebook vira 'achados e perdidos' em Cerquilho



Perfil tem 11 mil seguidores, ou 25% dos moradores do município. 'Pessoal procura porque todo mundo está no celular', diz administrador.

Caio Gomes Silveira
Do G1 Itapetininga e Região

Página presta serviço à população servindo como 'achados e perdidos' (Foto: Reprodução/ Facebook)

Uma página do Facebook tem sido usado como “achados e perdidos” virtual em Cerquilho, no interior de São Paulo. A cidade tem 44 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o perfil tem 11 mil seguidores: o que corresponde a 25% da cidade. Publicar na página após achar ou perder um documento, por exemplo, é mais eficaz do que procurar os prédios físicos, ressalta o administrador da página "Eu Curto Cerquilho", Paulo Francisco Barbosa.

“São muitos pedidos, e se eu atendesse a todos a página seria só disso. Mas tenho que dividir espaço com notícias e posts de humor sobre a cidade. O pessoal procura a página porque hoje em dia todo mundo está no celular. Se deixar nos Correios ou Detran é mais difícil”, conta.

E o serviço público prestado na internet tem dado resultado, afirma o administrador. Segundo ele, na quarta-feira (2) em apenas cinco horas e após 155 compartilhamentos de uma postagem foi localizado o dono de um documento de carro perdido. “Quando as pessoas encontram documentos e comunicam é mais fácil. Já quando perdem, e avisam para caso alguém encontre, é uma média de 50% de sucesso”, diz.

A moradora que encontrou um documento perdido, e pediu a publicação na rede social, conta que ter escolhido a página foi “instintivo”. Segundo ela, que não quer se identificar, foi a primeira vez que usou essa opção. “Eu iria entregar na Ciretran, mas pensei que se colocasse na internet iria achar mais fácil. Já perdi documento e sei que custa tirar a segunda via, então, quis ajudar a pessoa de alguma forma”, ressalta.

Ainda na quarta-feira, a moradora Selma Regina de Oliveira pediu uma publicação para que entrassem em contato com ela, caso achassem o documento da moto e carteira de habilitação da filha. “Sorte que um conhecido dela achou na rua e trouxe aqui em casa. Mas se fosse uma pessoa que não conhecesse, poderia ver no Facebook e me ligar. Acho um recurso interessante, porque muita gente acessa a internet hoje”, opina.

Em cinco horas, moradora encontrou dona de documento perdido (Foto: Reprodução/ Facebook)

Nenhum comentário:

Postar um comentário