Boletim de informações COVID-19 n° 28 Tatuí, 29 de março de 2020 - 10h

67
NOTIFICAÇÕES
56
SUSPEITOS
6
DESCARTADOS
5
CONFIRMADOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 3 de março de 2020

Noite da Seresta desta sexta-feira terá lançamento de livro

A escritora de livros infantis Raquel Prestes será homenageada e lançará seu sexto livro


03/03/2020 | Nesta sexta-feira (06/03), às 19h, o Museu Histórico “Paulo Setúbal”, em parceria com o Grupo Seresteiros com Ternura, promoverá o início da temporada 2020 do Projeto “Noite da Seresta com Ternura”.

O evento celebrará o mês da Mulher e contará com uma homenagem à professora e escritora Raquel Prestes, que, na ocasião, lançará o seu novo livro “História para um Boi Dormir”, com sessão de autógrafos para aqueles que adquirirem um exemplar do livro.

A exposição de fotos sobre a vida de Raquel Prestes ficará disponível para visitação até o dia 29/03 (domingo), sempre de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

O Projeto “Ilustres Tatuianos”, ao qual a exposição de Raquel faz parte, é uma ação colaborativa entre o Museu e o Grupo Seresteiros com Ternura, que foca na tradição seresteira, considerada uma grande manifestação da cultura brasileira. Nos anos de 2018 e 2019, o Projeto prestou homenagem a 18 personalidades tatuianas e, para este ano de 2020, mais 11 personalidades estão previstas para receberem as homenagens, fazendo parte do acervo do Museu.

O Museu Histórico “Paulo Setúbal” está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações pelo telefone (15) 3251-4969 ou pelo e-mail museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

SOBRE A HOMENAGEADA

Raquel Prestes Ferreira de Morais, professora e escritora, nasceu em Santo André, no dia 11 de julho de 1972. Mudou-se para Tatuí em 1979, estudou no SESI e cursou Magistério na E. E. “Barão de Suruí”. Casou-se em 1994, com Antônio Edson de Moraes, e, deste enlace, nasceu o filho João Vitor Ferreira de Morais, o grande responsável por despertar a veia artística da mãe.

Licenciada em Pedagogia pela Faculdade ASSETA de Tatuí e em Artes Visuais pela UNIMES (Santos), Raquel é pós-graduada em Educação Infantil pela Universidade Castelo Branco. De 1997 a 2019 atuou como coordenadora pedagógica de Educação Infantil da Rede Municipal de Educação em Tatuí. A partir de 2020, assume a direção da creche-escola “Sérgio Iazzetti Martins Proença”, no bairro Inocoop.

Raquel Prestes iniciou seu talento para contar histórias para o filho em 2000, quando este ainda tinha 3 anos de idade e, desta forma, deu início aos registros de histórias que contava a João. Após esta fase, o dom pela ilustração foi se apresentando. O processo criativo foi estimulado pela família, que incentivou a publicação das obras literárias para a linguagem infantil. Essa criatividade foi se ampliando ao conviver diariamente no universo infantil e, devido a essa vocação, tornou-se escritora e ilustradora de literatura infantil.

As inspirações para Raquel são a escritora ítalo-brasileira Eva Furnari e o ilustrador André Neves. Eva tem mais de 60 livros publicados e é admirada por escrever e ilustrar os próprios livros, enquanto Neves tem o reconhecimento pelo “traçado muito rico em detalhes”.

Em seu histórico, Raquel tem seis livros publicados: “O Menino Passou por Aqui”, editora Petra, agraciado pelo PROAC 2006, conta a história de um garoto que explora o mundo ao redor e percorre, conhece espaços, brinca e, ao final, encontra os pais, em alusão ao apoio e à segurança que estes representam para os filhos; “Vamos Jogar?”, editora Novha America, 2007, com ilustração de Jefferson Galdino, tem o tema inclusão e conta a história de um polvo que, a todo momento, faz convite para jogar bola com o personagem que se apresenta, porém percebendo alguma dificuldade por parte do amigo, encontra um meio criativo de viabilizar a brincadeira; “Ovelha Raquel”, editora Novha America, 2008, narra a saga de Raquel, que vivia insatisfeita consigo mesma e buscava por diversas formas ser aceita entre os seus; “As Mães Nunca são Iguais”, editora Adonis, 2016, trata de forma terna o amor das mães em sua diversidade; “O Senhor Compratudo”, editora Adonis, 2018, obra que ressalta a questão se o dinheiro pode comprar a felicidade, a liberdade e a natureza; e “História para um Boi Dormir”, editora Sowilo, 2020, uma divertida narrativa, ilustrada com carimbos de formas geométricas, que faz o pequeno leitor ser introduzido de maneira divertida a alguns princípios da Matemática e conta a história do Boi Jovino que sofre de insônia.

Em 2010, a pedagoga e escritora tatuiana registrou presença na 21ª Bienal Internacional do Livro, em São Paulo. Em 2013, com o objetivo de estimular a literatura infantil, por meio de contação de histórias, foi a voz do Projeto “Passa Balaio Trançado de Sonhos”. Em abril de 2015, realizou, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, a exposição “Caixas, Caras e Caretas”. Em 2018, suas publicações foram o tema do Desfile Cívico do Aniversário de Tatuí da APAE Tatuí, onde desfilou com suas obras literárias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário