Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Sabesp investe R$ 7 milhões para sanear córregos e o Rio Tatuí

Sabesp tem várias frentes de trabalho no município; prefeita cobrou saneamento das águas.

Investimentos recentes realizados pela Sabesp em saneamento básico já tem dado resultados nas melhorias das águas dos ribeirões, córregos e rios que cortam a cidade de Tatuí.

O município tem hoje 100% dos imóveis abastecidos, 100% dos esgotos coletados e destes, 84,6% tratados. As informações são do superintendente da Sabesp, Maurício Tápia (Unidade de Negócio do Médio Tietê), que esteve no Paço Municipal, acompanhada pelo diretor regional Adriano Branco e outros assessores diretos. A reunião foi com a prefeita Maria José Vieira de Camargo e com a secretário Juliana Rossetto Leomil Mantovani, de Planejamento e Gestão Pública.

A Sabesp investe agora na execução das obras do sistema de esgotamento sanitário da sede do município, compreendendo a implantação de 12.729 metros de redes de esgotos, entre linha de recalque e os coletores tronco Ponte Preta, Caaguaçu e Lavapés, além da construção de unidade de bombeamento, com vazão de 62 litros por segundo.

Com mais de 75% das obras executadas, o coletor Ponte Preta atende diretamente o bairro Vila Esperança e deverá ser concluído com a travessia da Rodovia Antonio Romano Schincariol (SP 127), em processo de autorização junto à concessionária CCR SPVias e a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP), a remoção de imóvel com ocupação irregular (área de invasão), além de duas desapropriações de áreas, em processo de emissão de posse.

Já para o coletor Lavapés, com 98% das obras concluídas, falta apenas a finalização da parte civil em complementação da travessia já realizada sob o leito da concessionária ALL América Latina Logística Brasil S/A (antiga Fepasa), ao lado do Centro de Cultura e Esportes Unificados - CEU das Artes, no bairro Boqueirão. 

Também com 98% das obras executadas, para o coletor tronco Caaguaçu, restam apenas duas interligações e a implantação de cerca de 600 metros de linha de recalque. A Estação Elevatória Caaguaçu está com 80% da parte civil finalizada e encontra-se em fase de compra de equipamento e processo de energização junto à Elektro Distribuidora de Energia.

Com previsão de término para o primeiro semestre de 2018, esse empreendimento possibilitará um significativo avanço nas condições ambientais do município, por meio da despoluição dos ribeirões Caaguaçu e Ponte Preta, córregos Matadouro Velho, Manduca e Lavapés, além do Rio Tatuí, que cortam o município, e, indiretamente, o Rio Sorocaba, afluente do Rio Tietê.

O projeto incluiu ainda, numa primeira etapa, a execução de 2.116,80 metros de redes de esgotos, entre emissários e linha de recalque, além da instalação de uma unidade de bombeamento, para atendimento a cerca de 35 mil habitantes do bairro Santa Rita e o CDHU do bairro do Tanquinho. Essa obra foi concluída em novembro de 2013 e já possibilitou melhoria significativa na qualidade da água do córrego Lavapés.

"Tatuí, ao ser contemplado com esse benefício, estará entre o grupo de municípios brasileiros que, operado por empresas estatais de saneamento, assegura o progresso e desenvolvimento de toda sua gente", destaca Maurício Tápia, superintendente da Unidade de Negócio Médio Tietê da Sabesp.

Nenhum comentário:

Postar um comentário