Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Paraquedista morre ao tentar fazer curva baixa durante salto em Boituva

Segundo a Associação de Paraquedismo de Boituva, a vítima era experiente, já tendo realizado mais de 500 saltos e participado de diversas competições.

Por G1 Itapetininga, editado pelo DT

Gabriel trabalhava como cinegrafista para escolas de paraquedismo em Boituva (Foto: Reprodução/Facebook)

Um paraquedista morreu na manhã deste domingo (10) após um acidente no Centro Nacional de Paraquedismo, em Boituva. Outros dois homens já haviam ficado feridos durante um salto neste sábado (9), no mesmo local.

De acordo com o presidente da Associação de Paraquedismo de Boituva, Nilson Pereira Leitão, o rapaz perdeu o controle do paraquedas ao tentar fazer uma curva baixa durante uma manobra e acabou batendo no chão. Ele estava sozinho no momento do salto.

A vítima foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada para o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS), mas não resistiu aos ferimentos.

Gabriel Sidney tinha o apelido de Marrom e morava em Boituva, onde trabalhava como cinegrafista freelancer para escolas de paraquedismo. O acidente aconteceu logo após uma gravação.

Segundo Nilson, o rapaz era experiente no esporte, já tendo realizado mais de 500 saltos e participado de diversas competições.

Salto duplo / No sábado (9), dois paraquedistas também bateram no solo enquanto tentavam fazer uma curva para pousar. Segundo o Corpo de Bombeiros e a Associação de Paraquedismo, eles estavam fazendo um salto duplo.

Uma das vítimas teve traumatismo craniano e a outra uma fratura no fêmur. Os dois foram levados para o Hospital São Luiz, onde passaram por exames. Em seguida, foram encaminhados para o CHS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário