Boletim de informações COVID-19 n° 303 Tatuí, 25 de novembro de 2020, quarta-feira - 11h00h

3799 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
3630 PACIENTES RECUPERADOS
85 ÓBITOS CONFIRMADOS
84 INFECTADOS EM TRATAMENTO
31,71 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quinta-feira, 12 de novembro de 2020

Grupo que espancou suspeito de agredir esposa e filha é investigado por tentativa de homicídio

Grupo que resolveu fazer "justiça com as próprias mãos" também cometeu crime.

Do G1, com copidesque do DT

Câmera de segurança flagrou agressão a homem em Tatuí — Foto: Reprodução/Circuito de Segurança

11/11/2020 | Os envolvidos no espancamento de um homem suspeito de agredir a filha e a esposa em Tatuí podem responder pelo crime de tentativa de homicídio, informou a Polícia Civil. As imagens feitas por uma câmera de segurança das agressões, ocorridas nesta terça-feira (10), serão analisadas pela polícia.

O homem de 36 anos que aparece sendo agredido foi preso suspeito bater na companheira e na filha, de 17 anos, na tarde de terça-feira. Ainda conforme a polícia, essa foi a motivação para o grupo fazer "justiça com as próprias mãos", o que também é crime.

Após a análise das imagens da câmera, a polícia vai instaurar procedimento para identificar quem são as pessoas que aparecem no vídeo agredindo o homem, inclusive, com pauladas. Com os suspeitos identificados, eles serão investigados por tentativa de homicídio.

No vídeo, é possível ver que o homem chegou a jogar pedras em direção ao grupo. Em seguida, uma pessoa o agrediu com pauladas, quando ele caiu no meio da rua. Outras pessoas avançaram sobre o homem e o agrediram.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), guardas municipais atenderam a ocorrência e os envolvidos na briga foram socorridos e encaminhados ao pronto-socorro da cidade.

O homem foi levado à delegacia e preso em flagrante depois que a companheira e filha dele registraram queixa por violência doméstica.

A SSP disse ainda que exames periciais foram solicitados e que o caso foi registrado como violência doméstica, lesão corporal, ameaça, resistência, dano e lesão corporal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE