Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sábado, 14 de dezembro de 2013

Fernando Del Fiol é mantido na reitoria da Uniso

Do jornal O Progresso de Tatuí - A Uniso (Universidade de Sorocaba) anunciou nesta semana a recondução do tatuiano Fernando de Sá Del Fiol ao cargo de reitor. Ele cumprirá o segundo mandato consecutivo, agora na gestão 2014-2018. Del Fiol teve nomeação no dia 29 de novembro, pelo arcebispo dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues.

O religioso é presidente do conselho superior da FDA (Fundação Dom Aguirre), mantenedora da Uniso. De acordo com o estatuto da universidade, cabe ao presidente do conselho a nomeação do reitor.

A escolha acontece com base em “lista tríplice” de candidatos mais votados pela comunidade acadêmica. No último pleito, em outubro, apenas o professor Del Fiol concorreu. O mandato terá início no dia 2 de fevereiro de 2014 e se estenderá até 31 de janeiro de 2018.

Num balanço da primeira gestão, Del Fiol divulgou números que, conforme a Uniso, “apontam um período de crescimento”. Ainda conforme a universidade, o primeiro mandato do tatuiano foi “marcado por investimentos em infraestrutura que vieram a atender à expansão da área acadêmica”.

Durante o primeiro mandato de Del Fiol, a Uniso inaugurou os blocos “E” e “F”. A “Cidade Universitária” ganhou 55 novas salas de aula, que correspondem a 8.900 mil metros de área construída.

A Uniso informou, também, que o número de alunos cresceu de 7.500 para 11,5 mil, acompanhando a “diversificação dos cursos de graduação, que subiram de 39 para os 68 atuais”. Entre os cursos lançados no período, estão: medicina veterinária e psicologia, além da expansão dos de engenharia. Já o quadro docente passou de 237 para 450 professores nos últimos quatro anos.

Em sua gestão, Del Fiol também implantou o quarto programa de pós-graduação. Agregou como ações o mestrado profissionalizante em processos tecnológicos e ambientais e iniciou estudos para “outros projetos na área”.

Construiu, ainda, laboratórios voltados à pesquisa e desenvolvimento de tecnologia na área de farmácia. Um deles, o Labnus (Laboratório de Biomateriais e Nanotecnologia), inaugurado no Parque Tecnológico de Sorocaba.

A Uniso inaugurou, na quinta-feira, 12, o Lapetox (Laboratório de Pesquisa Toxicológica) e começou a implantar um terceiro laboratório, com previsão de inauguração no próximo ano. Este será destinado à produção de medicamentos em escala semi-industrial.

“Juntos, os projetos representam mais de R$ 2,370 milhões, somente em investimentos provenientes de agências de fomento do país”, informou a universidade.

Sobre o reitor

Del Fiol é professor universitário e pesquisador na área de antibióticos e resistência bacteriana, com mestrado, doutorado e pós-doutorado em farmacologia, pela Unicamp (Universidade de Campinas). Ele tem aperfeiçoamento em doenças infecciosas pela Medical School, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

Possui 27 artigos publicados em periódicos especializados, 39 capítulos de livros e 52 trabalhos apresentados em congressos no Brasil e exterior. É consultor do Conselho Estadual de Educação e do MEC (Ministério da Educação).

Antes de se tornar reitor da universidade, foi membro da CTAA (Comissão Técnica de Acompanhamento da Avaliação, do MEC), entre os anos 2006 a 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário