Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Diretora de educação infantil representa Tatuí na Conferencia Nacional das Cidades

Tatuí participou pela primeira vez de um importante evento para formulação de políticas públicas, que orientará a aplicação de programas e projetos em todo país. A quinta edição da Conferência Nacional das Cidades foi realizada em novembro, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília. A diretora de educação infantil, Fabiana Moraes, foi a representante do município.

O encontro reuniu durante cinco dias mais de três mil participantes que representaram o poder público, movimentos populares, trabalhadores, empresários, entidades profissionais, acadêmicas e de pesquisa e organizações não governamentais. Os representantes foram os delegados eleitos nas Conferências Estaduais e os temas foram de âmbito nacional, considerando os avanços, as dificuldades, os desafios e as propostas consolidadas nas Conferências Estaduais.

A discussão geral teve como tema central o Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano que foi votado em propostas e emendas aditivas, supressivas, modificativas. As questões são amplas e convergem para um novo modelo de ocupação e desenvolvimento das cidades, que exigirão comprometimento e integração entre o poder público e a sociedade civil organizada. 

“Debatemos, trocamos experiências, práticas e saberes com o objetivo de construirmos uma política nacional desenvolvimento urbano capaz de combater as desigualdades sociais, transformando nossas cidades em espaços mais humanizados. Nós delegados, com direito a voz e voto, reconhecemos a procedência das questões em âmbito nacional e atuamos sobre elas, em caráter avaliador, formulador e propositivo”, explicou Fabiana Moraes. 

Todo conteúdo dos debates fez parte de um documento final que foi encaminhado ao Ministério das Cidades. O material será publicado e divulgado.

Durante a conferência, aconteceu ainda o Seminário Internacional Instrumentos Notáveis de Intervenção Urbana, que teve como objetivo difundir e compartilhar um conjunto de instrumentos de intervenção urbana desenvolvidos e efetivamente implantados em cidades da América Latina. Também foi realizada uma plenária para eleição do Conselho das Cidades. O estado de São Paulo garantiu duas vagas, das 16 existentes para o segmento ligado ao poder público - Executivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário