Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sábado, 24 de setembro de 2011

Novo Troller foi testado em Tatuí

Troller T4 ganha série limitada Desert Storm

Marcelo MonegatoDo G1, em São Paulo

A Troller apresentou nesta sexta-feira (23) em São Paulo o T4 Desert Storm, série limitada a 45 unidades – das quais 25 já foram vendidas. Com mesmo conjunto mecânico da versão “comum” do jipe, mas com pacotes de acessórios e apetrechos estéticos mais generosos, o modelo chega às concessionárias da marca com preço sugerido de R$ 96,9 mil.


Oferecido unicamente na cor Bege Atacama fosco, o Desert Storm tem para-choques exclusivos, “peito de aço”, protetor de lanternas, ponteiras off-road com manilha, capa do estepe com grafismo exclusivo, além de snorkel e guincho com capacidade de 4,6 toneladas. O interior tem a mesma cor externa e os bancos são protegidos com capa de neoprene.



O modelo com tração 4x4 (com reduzida) é equipado com motor 3.0 turbodiesel que desenvolve 163 cavalos de potência a 3.800 rpm e torque de 38,7 mkgf entre 1.600 rpm e 2.200 rpm. A transmissão é manual de cinco velocidades e os freios são a disco. As rodas são alumínio e os pneus 255/75 R14 AT. Entre os itens de conforto, ar-condicionado, direção hidráulica e trio elétrico.

Linha 2012
Para a linha 2012 do T4, a Troller, que pertence à Ford, anunciou duas novas cores (azul e branco), totalizando nove cores de carroceria e outras 11 de capotas (são 99 combinações possíveis), além de possibilitar ao cliente que ele escolha qualquer outra cor. “Se quiser um T4 da cor do esmalte da unha, a gente faz”,



Outra novidade é a garantia de 2 anos, sem limite de quilometragem. “É uma tentativa de fidelizar ainda mais nosso cliente. Atualmente, o índice da Troller é de aproximadamente 40%, o que é muito positivo”, revelou a supervisora. O T4 2012 chega às concessionárias com preço sugerido de R$ 93.227.

Novos produtos?
Questionado sobre a possibilidade de a marca oferecer um novo modelo, Wilson Vasconcellos, gerente geral da montadora, preferiu não dar uma resposta definitiva. “Estamos trabalhando para a Troller ter um futuro. E ela terá um futuro”, disse. A marca trabalha em sintonia com a Ford, utilizando parte da engenharia e da estrutura da quarta maior montadora do Brasil, como a pista de testes em Tatuí, interior de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário