Nosso Jornal Online

Tatuí, 


terça-feira, 27 de setembro de 2011

Juri condena mandante de crime ocorrido há 20 anos

O Tribunal do Juri da Comarca de Tatuí condenou, nesta terça-feira, a ré Maria Aparecida Kawabata a 14 anos de reclusão em regime fechado, acusada de mandar matar seu marido Nobuhiko Kawabata, no dia primeiro de março de 1991, no Bairro Pederneiras. A ré está foragida e foi julgada à revelia. Foi defendida pelo advogado Dr.Marlei Barbosa de Carvalho, assessora pela advogada Dra. Ranúzia Coutinho Martins. A Defesa defendeu a tese negativa de autoria. Na acusação, atuou o promotor de justiça Dr.Carlos Eduardo Pozzi, representando o Ministério Público. Também teve a assistência do advogado Dr. Ivo Mendes, pela família da vítima. A sessão foi presidida pela juízo de direito Dra. Mariana Teixeira Salviano da Rocha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário