Boletim de informações COVID-19 n° 302 Tatuí, 24 de novembro de 2020, terça-feira - 11h00h

3768 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
3600 PACIENTES RECUPERADOS
85 ÓBITOS CONFIRMADOS
83 INFECTADOS EM TRATAMENTO
32,57 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

domingo, 19 de abril de 2020

Prefeituras de Tatuí e Laranjal Paulista anunciam flexibilização da quarentena

Algumas atividades comerciais poderão trabalhar seguindo medidas de prevenção contra a Covid-19

Por G1 Itapetininga e Região, com edição do DT

Decreto autoriza flexibilização de medidas da quarentena em Tatuí

18/04/2020 | Alterações no texto do decreto que determina a suspensão de atividades dos serviços considerados não essenciais pretendem flexibilizar a situação para comerciantes de Tatuí. As medidas foram explicadas pelo vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva em live pelo Facebook.

Com a mudança no decreto, a partir de quinta-feira (23), alguns serviços ficam autorizados a funcionar, como comércios relacionados à construção civil e serviços relacionados à saúde, respeitando as recomendações para evitar a contaminação por coronavírus, como máscaras e uso de álcool em gel 70%.

O decreto informa também que os estabelecimentos que podem retomar as atividade devem manter filas com espaçamento mínimo de 1,5 metro entre as pessoas e tomar os devidos cuidados de higienização.


Laranjal Paulista

A Prefeitura de Laranjal Paulista também anunciou uma flexibilização da quarentena na cidade, passando de isolamento para distanciamento social.

Algumas atividades comerciais, profissionais liberais e autônomos poderão trabalhar seguindo medidas de prevenção contra a Covid-19 a partir de segunda-feira (20).

“Profissionais liberais, autônomos, assistência técnica e lojas poderão atender um cliente por vez, devem respeitar um limite de pessoas de acordo com o limite de metragem quadrada do imóvel. Ou seja, lojas com até 50 metros quadrados poderão atender, no máximo, uma pessoa por vez. De 51 a 100 metros quadrados, duas por vez, e acima de 100 metros, três pessoas”, explicou o prefeito Alcides de Moura Campos Junior em um vídeo.

“No entanto, só poderão abrir uma porta para controle do acesso aos clientes, oferecer álcool em gel 70% na entrada e saída e manter desinfecção no interior da loja, além de que funcionários e clientes devem utilizar máscaras de proteção. Lanchonetes, restaurantes e afins devem continuar funcionando apenas no sistema de entrega em domicílio e quero lembrar que a fiscalização será intensificada e severa, e o descumprimento sujeitará em alvará do estabelecimento cassado ou multa.”

O prefeito afirmou ainda afirmou que o sistema de saúde da cidade conta com a infraestrutura adequada para atendimento de possíveis novos casos de coronavírus e que as medidas de flexibilização da quarentena anunciadas não são definitivas e podem ser modificadas a qualquer momento, de acordo com o avanço da pandemia ou comportamento inadequado de moradores e responsáveis pelas atividades liberadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE