Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quarta-feira, 25 de abril de 2018

Apae de Tatuí recebe verba de doações e da destinação de parte do Imposto de Renda

25/04/18 | Regina Helena Santos - regina.santos@jornalcruzeiro.com.br 

Apae de Tatuí (Foto: Arquivo DT)

CRUZEIRO D SUL - Três projetos de Sorocaba e mais 19 da região acabam de ter liberados recursos do Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente. Resultado de doações e da destinação de parte do Imposto de Renda de pessoas física e jurídica ao fundo, a verba, no total, chega a R$ 2,6 milhões -- de um montante de R$ 66 milhões para 387 iniciativas de entidades sociais de assistência ao público infanto-juvenil, inscritas no Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condeca). 

Para o edital de chamamento lançado pelo conselho se inscreveram 1.297 projetos. Entre os contemplados na região estão cinco atendimentos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), em Tatuí (R$ 75.830,78), Capela do Alto (R$ 119.960), São Miguel Arcanjo (R$ 27.000), Salto (R$ 120.000), e Votorantim (R$ 198.000). De todos os municípios da região, o maior montante foi liberado para a Associação Projeto Oficina Escola de Artes e Ofícios de Itu, que receberá do fundo R$ 394.655. Em Sorocaba, as três entidades contempladas foram Integrar - Instituição Terapêutica de Grupos de Habilitação e Reabilitação, com R$ 74.250, Associação Criança Feliz de Sorocaba, com R$ 64.641 e Casa Transitória André Luiz, com R$ 91.840. "Essas verbas são necessárias porque o poder público nem sempre está podendo suprir", disse Gláucia Aparecida Oliveira da Costa, assistente social da Integrar, ao contar que o projeto aprovado prevê a ampliação em 50% da capacidade de atendimento de saúde, na área de habilitação e reabilitação, que não conta com nenhuma ajuda governamental para se manter. Com um total de 80 assistidos atualmente nas áreas de fisioterapia, fonoaudiologia, terapia ocupacional, estimulação visual e psicologia, voltados a crianças e jovens com paralisia cerebral, a meta é chegar a 120. A estrutura física da entidade, que fica no Vergueiro, já foi ampliada com doações e os recursos que chegam proporcionarão a garantia de profissionais para esses atendimentos. 

Já a Associação Criança Feliz de Sorocaba, da Vila Fiori, utilizará os recursos para estruturar um projeto de poesia, que já acontece, de forma voluntária, em parceria com o grupo Coesão Poética. O foco são adolescentes, de 12 aos 18 anos, em situação de vulnerabilidade social e dificuldades de aprendizagem, já atendidos pela entidade. "É a possibilidade que temos de aprimorar esse projeto, dar a ele uma maior visibilidade, para que estes adolescentes se sintam valorizados", comentou a coordenadora da associação, Rosana Cazarin. Segundo ela, até um livro já foi montado, com poesias escritas pelos jovens, que ganha, com essa verba, até condição de ser impresso. "Estaremos ajudando esses adolescentes a serem reconhecidos." 

Também foram contemplados com recursos para projetos voltados a crianças e adolescentes a Prefeitura de Alumínio (R$ 119.574,20), Prefeitura de Angatuba (R$ 50.000), Instituto Ação Cidadão, de Boituva (R$ 153.140), Prefeitura de Capela do Alto (R$ 116.010,50), Casa da Criança de Cerquilho (R$ 60.000), Prefeitura de Cerquilho (R$ 200.000), Prefeitura de Cesário Lange (R$ 117.514,80), Associação Clube de Mães de Guareí (R$ 60.000), Lar e Creche Mãezinha de Itu (R$ 110.000), Associação de Atendimento à Criança e ao Adolescente (AACA), de Pilar do Sul (R$ 120.728,94), Prefeitura de Porto Feliz (R$ 80.000), Caritas Interparoquial de Salto Centro Social Madre Tereza de Calcutá (R$ 188.000) e Educandário Rosa Mística, de Tietê (R$ 23.843,21). 
Ainda é possível doação pelo IR 

No momento do preenchimento da declaração do Imposto de Renda (IR) deste ano é possível ao contribuinte garantir a destinação de até 3% dos tributos devidos aos fundos controlados pelos conselhos municipais, estaduais e nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente. 

A opção está disponível apenas para aqueles que utilizarem a declaração completa. Escolhido um dos fundos, o programa emite um Darf para o pagamento específico da doação, que deve ser feito até o dia 30 deste mês -- prazo final para preenchimento da declaração do IR. O restante do imposto devido será cobrado por meio da emissão de outro Darf, já descontado o valor doado. "Sem pôr a mão no bolso, o contribuinte tem o poder de aumentar os recursos destinados ao atendimento das crianças e adolescentes e pode acompanhar a gestão desses recursos em suas comunidades, uma vez que os projetos financiados são públicos e escolhidos por edital", explica Floriano Pesaro, deputado e ex-secretário de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo. Entre o início de 2015 a março deste ano, somente o Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente arrecadou por esse meio R$ 77,5 milhões que foram repassados, posteriormente, para entidades assistenciais, por meio da seleção de projetos inscritos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário