Nosso Jornal Online

Tatuí, 


terça-feira, 21 de maio de 2019

Justiça condena ex-prefeito de Angatuba por improbidade administrativa

Carlos Augusto Rodrigues de Morais Turelli (PSDB) foi condenado a devolver mais de R$ 2,4 milhões corrigidos e pagamento de multa. 

Por G1 Itapetininga e Região, com edição do DT

20/05/2019 | A Justiça de Angatuba (SP) condenou por improbidade administrativa o ex-prefeito da cidade Carlos Augusto Rodrigues de Morais Turelli (PSDB) por contratar uma empresa para assessoria jurídica com a finalidade de fazer levantamento de tributos pagos ao INSS com possibilidade de recuperação ou compensação.

Segundo o Ministério Público, o serviço foi contratado em 2009 e o Tribunal de Contas havia apontado as irregularidades na época. Mesmo assim, a prefeitura manteve o contrato de agosto de 2013 ao início de 2015 e os pagamentos teriam causado prejuízo aos cofres públicos.

O ex-prefeito foi condenado a devolver mais de R$ 2,4 milhões corrigidos e pagamento de multa. Além disso, teve a suspensão dos direitos políticos por oito anos e proibição de contratar com o poder público por cinco anos.

A TV TEM entrou em contato com o ex-prefeito, que disse que a contratação da empresa foi feita atendendo a todos os parâmetros legais e que não houve prejuízo aos cofres públicos porque o escritório recebia apenas uma porcentagem em cima das verbas recuperadas pelo município. Ele está recorrendo da decisão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário