Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sexta-feira, 3 de maio de 2019

Ceriso apresenta projeto de conteinerização para coleta seletiva em cidades da região

O Consórcio de Estudos, Recuperação e Desenvolvimento da Bacia do Rio Sorocaba e Médio Tietê (Ceriso) apresentará nesta primeira semana de maio o projeto de Conteinerização dos municípios de Iperó, Cesário Lange, Conchas, Pereiras e Porangaba. O projeto, que terá um total de R$ 2.779.555,09, será financiado pelo Fundo Estadual de Recursos Hídricos e, para Iperó, terá um custo total de R$ 1.168.940 que serão revertidos em 736 contêineres em todo o município, além de ações de educação ambiental. 

O projeto irá introduzir contentores plásticos e coleta mecanizada nos municípios participantes para armazenar e segregar os resíduos sólidos urbanos gerados pela população e assim, adequar a coleta e minimizar a poluição difusa nos recursos hídricos presentes nos territórios dos municípios, dos quais pertencem à Bacia Hidrográfica dos Rios Sorocaba e Médio Tietê. Logo, a coleta seletiva através da utilização dos contentores se apresenta como uma iniciativa para reduzir a disposição e consequentemente, ampliar a via útil dos aterros sanitários que, atualmente, recebem os resíduos gerados e coletados pelo serviço terceirizado de recolhimento. 

Os contêineres servirão como Ponto de Entrega Voluntária (PEVs) para os recicláveis e, com isso, a população terá maior flexibilidade de descarte do resíduo reciclável, além de preservar o estado físico dos materiais, que irão ter maior valor agregado no processo de triagem e comercialização. O presidente do Ceriso e prefeito de Iperó, Vanderlei Polizeli, comentou sobre a ação, “a conteinerização beneficiará tanto o meio ambiente, quanto os munícipes que terão um ponto correto de descarte do lixo. Além disso, o descarte correto evitará que os materiais sejam carregados pela água da chuva, já que não precisarão aguardar o caminhão de coleta” explica. 

Entre os resultados do projeto está gerar economia no orçamento destinado à coleta de lixo, maior limpeza das vias de circulação, evitando que os resíduos estejam expostos à ação da chuva e que obstruem bocas de lobos e galerias e consequentemente, a ocorrência de enchentes e inundações e o assoreamento de córregos e rios que passam pelo município. Além disso, impede que o percolado formado pelos resíduos se misturem com as águas pluviais, evitando assim que se infiltre no solo e nos mananciais e superficiais e subterrâneos. 

Implementação Plano de Resíduos Sólidos 

Outro projeto que está sendo planejado pela equipe do Ceriso por meio do Presidente, Vanderlei Polizeli, com apoio do Instituto Movimento Cidades Inteligentes através de seu presidente, Luigi Longo, junto ao Governo do Estado de São Paulo, é a implementação do Plano de Resíduos Sólidos. 

O projeto será desenvolvido para os 27 municípios da Região Metropolitana de Sorocaba - RMS, como projeto Piloto do Governo do Estado. Recentemente, no dia 15 de abril, o Ceriso esteve presente do seminário ‘Resíduo de Valor - Lixo Sustentável: Receita e Energia’ que contou com a presença do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Além disso, na mesma semana do seminário, o Ceriso participou de diversas reuniões com o grupo técnico da Secretaria do Meio Ambiente do Estado e ainda neste mês de maio participará de reuniões com o Secretário de Infra-Estrutura e Meio Ambiente do Estado, Marcos Penido, e com o vice-governador, Rodrigo Garcia, para buscar a finalização das ações e modelo do projeto, bem como o início dos trabalhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário