Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Coluna do COBAT

ANTÔNIO DE PÁDUA OLIVEIRA
Presidente do COBAT 

Tatuí ainda tem resquícios das últimas chuvas que caíram, tem ruas cheias de buraco, tem mato crescendo nas guias de sarjeta e calçadas.

Temos notado que a população também não tem cooperado com a administração pública, isso será comprovado se você observar certas calçadas onde o mato cresce à vontade, em plena área central da cidade. Não pretendo aqui me posicionar como advogado ou defensor do alcaide, mas sim como um observador que segue aquele ditado “A César o que é de César".

A cidade está em petição da miséria, concordo, mas que tal seria se cada proprietário cuidasse da sua calçada, da frente da sua casa, dos seus terrenos onde o mato cresce com muito impulso, colocasse o lixo defronte sua casa em horário já próximo a passagem do carro coletor?

Abaixo, duas fotos, tente achar as diferenças.

 

O local é o mesmo, a diferença é que aquele papelão enroscado na árvore da esquina esteve ali por várias semanas, está visível, imponente. Já na foto da direita não aparece o papelão, ele foi encoberto por pedaços de madeira, restos de móveis, resto de caixas de papelão, dizendo melhor, por material inservível. Próximo àquela árvore havia uma placa com os dizeres: “Não jogue lixo ou entulho”. Como pela segunda vez eu pedi a colocação dessa placa, diariamente eu procurava observar se ela ainda estava ali, já que a primeira, após ter sido jogada ao chão, foi amarrada por mim em uma árvore e depois surrupiada por alguém que não gosta de limpeza ou desocupado. Nesta segunda dia 25/07/16, para minha surpresa, logo pela manhã dei por falta da placa naquela esquina. Talvez o mesmo desocupado que surrupiou a anterior, tenha surrupiado novamente, dizem que “a ocasião faz o ladrão“. Mas, para aumentar minha surpresa, ali pelas 14,30 do mesmo dia surpreendi vizinhos meus jogando lixo ali, onde estava a placa, ao lado da árvore, o lixo que você vê encostado a árvore. Uma vergonha!!!!!!! Como diria BORIS CASOY. O interessante é que aquele mesmo pessoal que jogou o lixo ali, usa aquela calçada, passa por aquele local diariamente. Um absurdo. Infelizmente é o que vem acontecendo em nossa cidade, o individuo não gosta de um parente ou amigo do prefeito e faz essas barbáries, joga lixo defronte sua própria casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário