Nosso Jornal Online

Tatuí, 


terça-feira, 29 de junho de 2010

Feirão do Tricô gera R$ 9 mil para tricoteiras do Fundo Social


O Feirão do Tricô, organizado pelo Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (Fusstat), alcançou seu principal objetivo: gerar renda para os alunos ou ex-alunos, aquelas pessoas estudam ou se se formaram nos cursos administrados pela Oficina de Tricô, mantida pelo Fusstat, no Centro de Capacitação Profissional da Vila Esperança. O lucro total foi de R$ 9 mil, que foi dividido entre as 15 tricoteiras que participaram do evento. Na última semana, a primeira-dama Maria José Vieira de Camargo (presidente do Fundo Social de Solidariedade), o prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo e a coordenadora da Oficina de Tricô, Ruth Ferreira de Souza, entregaram os cheques às tricoteiras. Cada uma recebeu por aquilo que produziu e vendeu.Na entrega dos cheques, que aconteceu no Centro de Capacitação Profissional da Vila Esperança, o prefeito Gonzaga, em suas palavras, destacou que a Prefeitura de Tatuí está aberta para qualquer auxílio às tricoteiras no sentido de se organizar uma cooperativa. Gonzaga destacou os benefícios do cooperativismo. Já a presidente do Fusstat, Maria José, agradeceu a participação de todas as tricoteiras e anunciou que nos primeiros dias de julho poderá ocorrer um outro feirão, ali nas dependências do Centro de Capacitação, na Vila Esperança. Foram muitos os depoimentos emocionados das tricoteiras. Todas elas se manisfestaram de forma muito positiva sobre o Feirão do Tricô, que  foi realizado nos dias 17, 18 e 19 de junho, no Espaço Cultural da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte, Lazer e Juventude, oferecendo blusa, cachecol, gorro, meia de lã, pulôver masculino e cacharrel, entre outras coisas. No Espaço Café, foram vendidos bolos, pães, beliscões e pão de mel, todos produtos da Padaria Artesanal, um dos cursos mais procurados do Fusstat.“O evento foi um sucesso e atingimos nossos objetivos. Gerar renda é o principal objetivo dos cursos ministrados pelo Fundo Social de Tatuí”, destacou Maria José.

Um comentário:

Edy Primo disse...

Gostaria do contato da coordenadora do grupo de tricoteiras.
agradeço
PARABENS pelo empreendimento
Edy Primo

Postar um comentário