Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sexta-feira, 18 de junho de 2010

Dia 25 tem apresentação do Grupo de Choro no Conservatório

O Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí faz apresentação na próxima sexta-feira, dia 25, no Teatro Procópio Ferreira, em Tatuí. O concerto, sob coordenação de Alexandre Bauab Junior, terá início às 20h30.

No programa, estão obras de Pixinguinha, como “Trombone Atrevido” e “Dominante”, esta última, a primeira composição do mestre a ser publicada. Também serão apresentadas “Gadú Namorando”, Alcyr Pires Vermelho e Ladislau P. da Silva – obra que já foi gravada por Raul de Barros, Pixinguinha e Os Carioquinhas -, “Ameno Resedá” e “Fon-Fon” (de Ernesto Nazareth), “Santinha” (de Henrique Nepomuceno Dourado), “Quebra-Quebra, Minha Gente” (de Henrique Alves de Mesquita), “Visitando o Recife” (de Canhoto da Paraíba), “Chorinho de Gafieira” (de Astor Silva), “Folhas Secas” (de Nelson Cavaquinho e Guillerme de Brito), “Juracy” (de Anacleto de Medeiros), “Feira de Mangaio” (de Sivuca e Glória Gadelha) e “Gostosinho” (de Jacob do Bandolim). “Essa última obra é um choro do fantástico instrumentista e compositor Jacob do Bandolim, responsável pelo resgate e preservação da obra de vários mestres, tais como Ernesto Nazareth, Candinho do Trombone e João Pernambuco”, disse o coordenador Alexandre Bauab Junior, que também assina os arranjos de todas as obras.

O Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí é o único da instituição e nasceu das tradicionais rodas de choro. O desenvolvimento do gênero na escola de música e a formação frequente de instrumentistas fizeram com que o choro ganhasse sua própria área pedagógica. Com isso, o Conservatório de Tatuí é uma das pouquíssimas instituições no País a oferecer o choro dentro de uma grade curricular. Além disso, a instituição responde pela formação de grande parte dos instrumentistas especializados no gênero no Estado de São Paulo.

Além do próprio Alexandre Bauab Junior (coordenador e violão sete cordas), integram o grupo Altino Toledo (bandolim), Rodrigo Moura (percussão), Marcelo Candido (cavaco) e os estudantes Isaias Silva (saxofone), Ivan Gonzales (trombone) e Rafael Chieffi (percussão).

Nenhum comentário:

Postar um comentário