terça-feira, 15 de junho de 2010

Dezesseis empresas são certificadas com o Selo Verde municipal



Na quinta-feira, dia 10, uma solenidade na Câmara Municipal marcou a entrega da certificação do “Selo Verde” para 16 empresas. A certificação municipal é concedida pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente para indústrias, estabelecimentos comerciais ou entidades que adotam e desenvolvem ações ambientais. O selo, criado em 2008, tem por objetivo estimular a preocupação ambiental e é emitido com base em um questionário. “Existe um cadastro que as empresas fazem pela internet. A partir dele, elas respondem perguntas que são analisadas pelos técnicos da secretaria e, de acordo com a pontuação, são certificadas ou não”, disse o secretário municipal do Meio Ambiente, Paulo Sérgio Medeiros Borges.Neste ano, as empresas que atingiram média 7,5 na soma geral do questionário foram as vencedoras. “Nós começamos com a média 7 e subimos 0,5 ponto, de modo a estabelecer uma qualidade”, comentou, durante a apresentação do Selo Verde, o engenheiro ambiental da secretaria, Geraldo Ribeiro de Andrade Neto.Para o ano que vem, a metodologia também deve ser modificada. “A partir de 2011, queremos começar com auditorias, quando faremos visitas e coletaremos dados relativos aos projetos desenvolvidos pelas empresas”, disse o engenheiro. Para isso, os técnicos avaliarão o cumprimento de itens, dos mais simples, como redução do consumo de energia elétrica e de água, aos mais complexos, como captação de água de chuva e recuperação de mata ciliar.Na visão do secretário, o selo é muito mais que um título concedido às empresas, entidades ou estabelecimentos comerciais, representa um compromisso ambiental. “Considero que a certificação é a prova de que os envolvidos estão preocupados com o tema”. Borges destacou que o selo, criado em fevereiro de 2008, já se tornou importante para as empresas de grande porte.O secretário pretende, no entanto, envolver os pequenos comerciantes nesse compromisso. “Estamos tentando fazer com que o Selo Verde municipal tenha para as empresas, de qualquer tamanho ou natureza, a mesma importância que a certificação do Município Verde e Azul tem para as cidades em relação ao Estado de São Paulo. Por isso, vamos tentar fortalecer essa visão ambiental”, afirmou.Para isso, a secretaria fará estudos com o objetivo de ampliar o envolvimento para lojas, salões de beleza e outros estabelecimentos. “Vamos pensar num mecanismo que seja eficiente para que isso aconteça, mas essa é uma intenção para o ano que vem”, afirmou Borges. Conforme ele, quem tem o selo garante diferencial aos clientes. “Quem vê o selo, sabe que a empresa cumpriu determinadas exigências, do ponto de vista ambiental, e tem uma responsabilidade implicada”.Na solenidade, foram certificadas com o selo as empresas: Yazaki do Brasil Ltda., Elektro, SPVias – Rodovias Integradas do Oeste S/A, FBA (Fundição Brasileira de Alumínio), Ford Motor Company Brasil Ltda., Guardian Industries, Lopesco – Indústria de Subprodutos Animais, Santa Casa, Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo), Truck Service Pipo, Itaruban Comércio de Tecnopneus, Lar Donato Flores, Lar São Vicente de Paulo, Solar Ambiental Quim Quevedo, Unimed e Floricultura 4 Centão.Os selos foram entregues pelo secretário Paulo Borges e pelo vice-prefeito e secretário municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social, Luiz Antônio Voss Campos, que representou o prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo. Antes de receberem os certificados, representantes dos contemplados fizeram explanações sobre quais ações dentro da área ambiental estão desenvolvendo. A SPVias e a Guardian, por sua vez, exibiram vídeos institucionais.Após a entrega, houve a premiação dos vencedores do Concurso Ambiental de Fotografia “Erasmo Peixoto”, evento que também integrou a 5ª Semana do Meio Ambiente. Estava presente a filha do homenageado, Cássia Peixoto Guidon.Na categoria Amador, os vencedores do concurso foram os seguintes: 1º lugar - Ana Júlia Ferreira Grisante (prêmio de uma câmera digital e um ray-ban); 2º lugar - Sandro Rodrigues Pinheiro (prêmio de medalha com a foto do vencedor estampada e um ray-ban); 3º lugar - Carlos Eduardo Baraldi Ribeiro (um ray-ban como prêmio) e, 4º lugar - Pablo Bercero Ruiz (um relógio digital de parede como prêmio). Na categoria Profissional, os vencedores foram os seguintes: 1º lugar - Evandro Ananias (prêmio de uma câmera digital, um carregador de pilhas com duas pilhas, um cartão de memória de 2G e um ray-ban); 2º lugar - Fábio Souza Cabrera (prêmio de um porta-retrato digital e um Ray-ban); 3º lugar - José Maria de Campos (prêmio de um carregador de pilhas, um cartão de memória e um ray-ban); 4º lugar - Evandro Ananias (um ray-ban como prêmio).

Nenhum comentário:

Postar um comentário