Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 30 de junho de 2010

Conpas define Marcha para Jesus

O Conpas - Conselho de Pastores de Tatuí - já definiu os detalhes da 7ª Marcha para Jesus. O órgão decidiu que a saída será em frente da Paço Municipal, na Avenida das Mangueiras. A concentração tem início às 14h do dia 9 de julho. A marcha seguirá até a Concha Acústica, onde irá ocorrer um evento religioso.
Fonte: Redação Central de Rádio

Tatuí é mencionada no enredo da novela Passione

No capítulo de hoje da novela Passione, a personagem Felícia declara que esteve numa fazenda próxima de Tatuí. 

Foi iniciada a construção da Unidade de Saúde do Santa Cruz

Teve início nesta semana a construção da Unidade Básica da Rua Santa Cruz, próximo ao número 1.700. A obra é patrocinada pelo Ministério da Saúde (Governo Federal) dentro do Programa Atenção Básica em Saúde e custará R$ 254.899,96. Está previsto que a UBS beneficiará 3.750 famílias.

Vaccarezza e Vicente conseguem R$ 500 mil para revitalização da Praça da Matriz

Praça da Música
O espaço é um dos cartões postais da cidade. Abriga raridades como um exemplar de pau-brasil. Ao longo dos anos, ganhou novos contor-nos, reformas, obras. Recen-temente recebeu bustos de músicos ilustres. Agora, prestes ao completar 103 anos no dia 13 de junho, será remodelada e promete ficar ainda mais charmosa e bonita. A Praça será revitalizada graças à liberação de meio milhão de reais do governo federal, por meio de emenda parlamentar ao orçamento da União, proposta pelo deputado federal Candido Vaccarezza (PT-SP).

O recurso foi viabilizado graças à intervenção do líder do governo Lula na Câmara dos Deputados a pedido do vereador Vicente Menezes.

Por meio de ofício, datado de outubro de 2009, Vicentão ressaltava a importância deste recurso, já que a praça vem recebendo eventos semanais ligados à música e elementos que remetem à tradição musical da cidade. A notícia foi confirmada no dia 16, e repercutida na sessão da Câmara Municipal de Tatuí. “Nada mais justo que esse espaço central da cidade possa ser revitalizado, modernizado e sirva não somente de encontro para as famílias tatuianas, mas também como atração para visitantes e turistas. Trata-se de um primeiro mas significativo passo para a caracterização de Tatuí como efetiva Capital da Música”, lembrou o vereador.

Vicentão lembrou ainda que o recurso servirá para reforma do coreto, que conta com problemas estruturais, ou a construção de um novo. O recurso também deverá ser aplicado, pela Prefeitura, na consolidação do projeto do boulevard.

A liberação do recurso foi anunciada às vésperas da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à cidade. “É mais uma prova do muito que o governo Lula vem fazendo para cidade. Fico muito feliz em poder intermediar esse repasse, para esse espaço histórico, tão bonito e agradável que é a praça central de Tatuí”, comentou Vaccarezza.

O recurso deve ser liberado via Ministério do Turismo.

Fonte: www.vicentemenezes.com.br

Operações tapa-buracos são insuficientes para a conservação do asfalto



Uma das queixas mais frequentes da população tem sido a má conservação das vias públicas de Tatuí. A Prefeitura trabalha no sistema de tapa-buracos. Isso significa que a operação é deflagrada quando a situação das ruas da cidade já estão com grande número de crateras. A operação dura aproximadamente 20 dias e, ao seu término, outros lugares estão em situação penosa. É preciso substituir as operações tapa-buracos por manutenção diária. 
A Prefeitura de Tatuí, através da Secretarial de Obras e Infra-estrutura, deu sequência, no período de 28 de maio a 17 de Junho, ao trabalho de tapa-buracos ao longo das vias públicas. Segundo recente relatório do órgão municipal, foram pavimentados buracos nas seguintes vias públicas: Cezira Del Fiol, Floriano Antunes Machado, Antonio S. de Campos, Estrada do Jurumirim, Chiquinha Rodrigues, Salvador Alexandre de Andrade, Silvio Azevedo, Florindo Antunes Machado, Roque Negrão, Heleonildes Maciel de Menezes, Alameda Antoninho Alves, Cassemiro Martins Siqueira, Salvador Alexandre, Adão Bertim, Eziel Roberto Hungria, Ernesto Nazaré, Franklin Cornélio Lamoza, Izídio Rodrigues da Costa, Antonio Prado Neto, Odilon Camargo Barros, Lauro Martins Proença, Farhan Sallum, Donizeti Tavares, Arnulpho Rolf Stadler, Walter Santeleghe, José Aguiar Fogaça, Maria do Carmo, Aureliano de Camargo, Lúcio Seabra, João Batista C. de Campos, Mário Teles, Ernani Cavalcanti e Silva, Francisco Peixoto Júnior, Estrada da Quadrinha, Nelson Fiuza, 7 de Abril e Firmo Vieira de Camargo. Entre os bairros beneficiados, estão Rosa Garcia, Vila Esperança, Parque Lincoln, Centro, Jardim São Paulo, Quadrinha, Jurumirim, Jardim Planalto e Jardim Wanderley

.Iluminação pública no Congonhal

 A Secretaria Municipal de Obras e Infra-estrutura finalizou a segunda etapa da obra de instalação de luminárias nas ruas do bairro Congonhal. As obras foram realizadas nas ruas onde não havia iluminação, sendo uma delas na Travessa 2, com 560 metros, 17 luminárias. Nas Travessas 10 e 7, com 470 metros, com 14 luminárias. O valor total somou mais de R$ 30 mil.

Espetáculo teatral do Conservatório representa o Estado em MG

O espetáculo “O Primeiro Vôo de Ícaro”, produzido pelo setor de artes cênicas do Conservatório de Tatuí depois de ter sido selecionado para participar do projeto “Conexões”, foi o único representante do Estado de São Paulo no “APORTA – Encontro Estudantil de Artes Cênicas. O evento, o primeiro encontro de teatro estudantil do Brasil, foi realizado entre os dias 18 e 20 de junho, em Patos de Minas.

O grupo do Conservatório de Tatuí, dirigido por Carlos Ribeiro, foi um dos que participaram de dez festivais de teatro estudantil de diferentes partes do país e estiveram na cidade mineira. Os outros cinco espetáculos vieram do próprio estado de Minas Gerais e, também, do Pernambuco.

“O Primeiro Vôo de Ícaro”, que tem texto de Luis Alberto de Abreu, venceu, no ano passado, o Festival Estudantil de Teatro do Sesi de Sorocaba, trazendo para o Conservatório de Tatuí os principais prêmios.

Além das apresentações, os grupos, organizadores e produtores participaram também de encontros - as chamadas frestas - outro lado importante do Aporta.

“O evento serviu para a troca de experiências e criação de uma rede colaborativa entre outros festivais do país também voltados para a produção estudantil”, disse Hugo Muneratto, que ministrou palestra sobre o Fetesp (Festival Estudantil de Teatro do Estado de São Paulo), realizado há 22 anos pelo Conservatório de Tatuí. Também foram explanados os sistemas de organização de outros festivais realizados em Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo, Santa Catarina e Mato Grosso.

Paola Cuadros e Oscar Aldana fazem duo no Painel Instrumental

O início da carreira profissional exposto na vitrine. É mais ou menos assim que estarão os grupos que participam do “Vitrine”, um dos eixos do Painel Instrumental que começa com a possibilidade de difusão de boa música e termina com a chance (imperdível) de acompanhar shows gratuitos, todos os dias, uma hora antes das demais apresentações. Em sua maioria, os grupos participantes do projeto são formados por alunos e ex-alunos do Conservatório de Tatuí. Jovens que estão iniciando as atividades recentemente – caso do Quinteto sem o Sexto, que desenvolve arranjos nada convencionais para suas próprias composições – ou que querem expor um trabalho consolidado, caso do Duo Urubatã, que tem CD editado e é formado por Evandro Marcolino e Richard Ferrarini (este último, ex-aluno e atual músico contratado do Conservatório de Tatuí).


Na “Vitrine” também estarão expostos trabalhos mais intimistas como o de Paola Cuadros e Oscar Aldama que, juntos, gravaram primeiro trabalho no Paraguai, com repertório que vai desde MPB até boleros, passando, inclusive, pelo blues.

O projeto expõe, também, o duo Nando Vicencio&Gui Silveiras (com suas releituras de famosos standards da música americana e interpretações fiéis às gravadas pelos jazzistas dos anos 50 e 60); e o próprio Gui Silveiras em trabalho solo, optando pela música do carioca Guinga.

Carolina Herrero e Yukio Torihara fazem a repaginação do tradicional violão e voz; Anderson Pereira e Daniel Barilli unem trombone e guitarra; enquanto o trio de Gustavo Bombonato, João Casimiro e Bruno Dozzi apresentam músicas e arranjos desenvolvidos em conjunto.

Em meio à música popular brasileira, um trio nada convencional chamado Arasunu - formado por Nando Vicencio (baixo), Oscar Aldama (piano) e Alvaro Ponce de León (bateria) – se propõe a unir Brasil, Paraguai e Peru. O trio quer misturar as culturas de cada um dos integrantes, dando novas propostas para os ritmos como o lando, samba, mambo, polca, baião, festejo, jazz etc, em composições autorais.

Conservatório de Tatuí faz Bauru redescobrir o choro

Escola de música forma e insere chorões no mercado de trabalho; 75% dos que atuam são ou foram aluno

“Uma nova geração de músicos vem ganhando espaço no cenário musical de Bauru. São flautistas, violonistas, cavaquinistas, bandolinistas, percussionistas, trombonistas e muitos outros tocando um dos gêneros mais ricos e importantes da música brasileira: o choro. A eles, unem-se os chorões da velha guarda, que voltam à ativa após anos de esquecimento. Nos shows pela cidade, comparece um público vasto e diverso, mistura de leigos, curiosos e amantes do choro, numa faixa etária que abrange jovens e idosos. Pode-se prestigiar apresentações semanais em bares, festas, reuniões, eventos e até na roda de choro, ponto de encontro informal dos chorões e do público. Os jornais, rádios e redes de televisão locais publicam e veiculam matérias e entrevistas sobre os grupos e apresentações.”

A descrição é, sim, de um fato real. O movimento efervescente do choro na cidade de Bauru foi observado pelo setecordista e jornalista Guilherme Girardi Soares a partir de 2007. E chamou tanto a atenção do instrumentista menos por ele ser músico e mais pelo fato do choro estar estagnado na cidade há bons 20 anos. Disposto a registrar o movimento – e, também, concluir seu curso em jornalismo -, Soares pesquisou e descobriu a fonte do choro: o Conservatório de Tatuí.

Denominado “Bauru redescobre o choro”, o registro fotográfico tornou-se pesquisa acadêmica apresentada como conclusão de curso na Unesp (Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho), sob orientação do professor-doutor Marcelo Fabio Negrão.

Segundo Soares, 26, o tema da pesquisa foi escolhido pela natural proximidade com a música. “Estudo música desde os 11 anos e ingressei na faculdade de comunicação aos 18. Nessa época, não convivia com ninguém que tocasse profissionalmente e que mostrasse a música como meio de vida”, iniciou ele. “Depois, quando já estudava, comecei a trabalhar como assessor de imprensa numa escola de música, o que me aproximou mais do tema.”

Foi o ingresso nos cursos de guitarra e violão sete cordas do Conservatório de Tatuí que fez com ele, definitivamente,  tomasse decisões. A primeira foi escolher um único curso – “afinal, é impossível dedicar-se a dois cursos diferentes”, diz ele. Em seguida, descobriu-se apaixonado pelo choro e, até, pensou em abandonar a faculdade. “Evidentemente que fui pressionado porque existe, infelizmente, uma visão incorreta sobre os músicos... mas vivenciando e participando desse movimento, foi simples juntar o curso de jornalismo à profissão de músico. Isso tornou a pesquisa de campo muito mais simples do que seria para um observador distante”, comenta.

A partir de 2007, com o ingresso de jovens de Bauru no Conservatório de Tatuí, as apresentações, antes extintas, passaram a ressurgir. Quando um dos pontos que abria espaço para apresentações semanais da primeira música urbana do Brasil passou a ter maior retorno financeiro que a concorrência, foi o estopim para o cenário atual, no qual todas as semanas a cidade conta com, no mínimo, quatro pontos diferentes de apresentações de choro e samba. “Viram o retorno financeiro e outros bares começaram a pedir trabalhos de choro também. Bauru começou a redescobrir o movimento expressivo e eu senti a necessidade de registrá-lo”, disse ele.

A pesquisa traz registros fotográficos de diferentes apresentações e a observação de que, nesse movimento que reinsere músicos no mercado de trabalho e amplia as possibilidades de entretenimento, 75% é resultado direto do curso oferecido no Conservatório de Tatuí. “O percentual é de pessoas que já estudaram ou estudam no Conservatório de Tatuí. Somente os velhinhos da velha guarda é que não caíram na estatística – muito embora, em um caso, um deles passou a, depois, estudar bandolim também em Tatuí.”

Área

O crescimento do choro em Bauru foi seguido pelo crescimento do gênero no próprio Conservatório de Tatuí. Há dois anos, o curso ganhou uma área específica o que, para Guilherme Soares, é importante por razões que vão além da visibilidade do curso. “Pelo esclarecimento também. Sendo essa uma das áreas que, na minha opinião como aluno, melhor funcionam – pela metodologia coerente e experiência dos professores da área -, hoje eu posso falar que faço curso de choro. Quando entrei, não sabia que estava entrando no curso de choro, mas somente no curso de violão popular”, destacou.

Disposto a, evidentemente continuar sendo mais músico que jornalista, Soares aponta que a música é ponto de partida, como qualquer outra profissão. “Não tenho medo de trabalhar e viver de música. É uma luta, mas muitas profissões o são também. Temos de abrir novas portas. Hoje, em Bauru, é possível viver somente no mercado de choro. Mas há, ainda, outros trabalhos possíveis”, comentou.

O professor e coordenador da área de choro Alexandre Bauab Junior diz, na própria pesquisa de Soares: “ter três ou quatro apresentações de choro por semana é algo invejável mesmo para uma cidade do porte de Bauru... vejo isso com muito orgulho, como dever cumprido”.

Projeto Social

O Grupo de Choro do Conservatório de Tatuí foi o primeiro da instituição a organizar apresentações didáticas e sociais. O projeto “Choro nas Entidades”, realizado pelos integrantes do grupo durante o recesso escolar, percorre instituições locais pelo sexto ano. Nos dias 5, 6, 7, 12, 13 e 14 de julho, as apresentações acontecerão em dez entidades filantrópicas ou espaços dedicados a atividades sociais.

“Queremos difundir o gênero musical e oferecer uma opção de entretenimento em situações nas quais, muitas vezes, elas são raras. Ao final, no entanto, nós é que acabamos sendo presenteados com a vivência com crianças e adultos absolutamente fantásticos”, afirma o coordenador do grupo e idealizador do projeto Alexandre Bauab Junior.

Receberão o “Choro nas Entidades” as instituições Cosc – Santa Rita (dia 5, 14h30), Envelhecer com Qualidade de Vida (dia 6, 10h), Casa Irmãos de Rua São José (dia 6, 13h30), Apae Tatuí (dia 6, 15h), Betel Tatuí (dia 7, 15h), Lar São Vicente de Paulo (dia 12, 14h30), Avape Tatuí (dia 13, 10h30), Lar Donato Flores (dia 13, 11h30), Projeto Primeiro Passo (dia 13, 15h30) e Lar do Bom Velhinho (dia 14, 14h30).

Grupo de Pianistas Correpetidores apresenta recital de duetos hoje

O Grupo de Pianistas Correpetidores do Conservatório de Tatuí organiza agenda com recitais mensais. Eles acontecem, sempre com entrada gratuita, no Salão Villa-Lobos e reúnem alunos em apresentações de conclusão de curso, apresentações pedagógicas e com participações especiais.

O recital especial da temporada reúne as professoras Cristine Bello Guse (mezzo-soprano), Marilane Bousquet (soprano) e Fanny de Souza Lima (piano). O recital de duetos (30 de junho, 19h), consiste em obras de duetos vocais com acompanhamento de piano.

No programa, constam obras de L. Cherubini, C. Gounod, G. Fauré, L. Spohr e O. Lacerda.

A coordenação do Grupo de Pianistas Correpetidores do Conservatório de Tatuí é do professor Juliano Kerber. A programação completa dos recitais pode ser acessada no site www.conservatoriodetatui.org.br.

terça-feira, 29 de junho de 2010

Hamilton de Holanda será atração do Painel Instrumental


A variedade no repertório será a marca registrada do festival. Entre os muitos shows agendados, artistas consagrados como solistas assinam trabalhos autorais – é o caso de cinco apresentações do festival.


O baterista Nenê faz show autoral – “Outono”, seu 11º primeiro trabalho solo - com seu trio fechado com Írio Junior (piano) e Alberto Luccas (contrabaixo acústico). Ele, que já tocou com nomes como Milton Nascimento, Elis Regina, Hermeto Pascoal e Egberto Gismonti, navega pela música brasileira e universal com ênfase nos ritmos brasileiros.


A Big Band Jovem do Conservatório de Tatuí apresenta o show em homenagem a Michel Camilo com participação especialíssima do pianista cubano Yaniel Matos. A “BBJovem”, como foi batizada, traz a euforia de jovens e dedicados instrumentistas aliada à técnica de Yaniel Matos – que já tocou ao lado de Chucho Valdes, Issac Delgado, Orlando Valles Maraca – e produz arranjos e trilhas para o cinema, incluindo a série Senhor dos Anéis”.


O Fernando Corrêa.Combo traz show autoral do arranjador, compositor e instrumentista, tendo no palco o próprio guitarrista que dá nome ao grupo, além de César Roversi e Vinícius Dorin (saxofone), Rubens Antunes (trompete), Rodrigo Braz (bateria), Marinho Andreotti (contrabaixo) e Sidnei Borgani (trombone).


No dia 7 de julho, um outro show histórico: a lendária Banda Savana, do festejado maestro Branco, traz obras de Vinicius de Morais, Baden Powel,  Moacyr Santos, Villa-Logos e Maestro Cipó.


O jovem contrabaixista Thiago Espírito Santo – com Felipe Senna (piano) e Edu Ribeiro (bateria) – também traz seu show com obras próprias.


A Jazz Combo do Conservatório de Tatuí, outra prata da casa, fará apresentação com o pianista (e ator, pai de Thalma de Freitas) Laércio de Freitas, que foi integrante da Orquestra Tabajara, do Sexteto de Radamés Gnatalli e acompanhou artistas como Maria Bethânia, Emilio Santigo e The Supremes. Será o primeiro dos três shows “Jazz Combo convida Laércio de Freitas” – os outros dois acontecem nos festivais de Ourinhos e Campinas. No programa, obras do próprio Laércio de Freitas (a exceção de “Borandá”, de Edu Lobo, e “Menina Flor”, de Luiz Bonfá”, e “Naquele Tempo”, de Pixinguinha), arranjadas ora por ele, ora pelo coordenador do grupo, Paulo Flores.


Reservado para o final (e nem por isso menos importante), Hamilton de Holanda regressa a Tatuí com seu quinteto, formado por ele ao bandolim mais Daniel Santiago (violão), André Vasconcellos (baixo), Gabriel Grossi (harmônica) e Márcio Bahia (bateria). Virtuoso, brilhante e único são alguns dos adjetivos constantes na carreira de Hamilton de Holanda, que contagia platéias em turnês por todo o mundo, construindo uma carreira particular de inúmeros prêmios.  Ele, que adicionou duas cordas extras (dez no total), reinventou o bandolim e, com isso, traz à cena uma nova maneira de tocar.


Técnicas à prova


Com livre acesso a todos os inscritos, os workshops democratizam o conhecimento. Serão 12, ao todo, ministrados pelos artistas que se apresentarão nos shows e coordenarão as aulas (aquelas restritas aos bolsistas), com temas diferenciados a cada dia e momento. O baterista Nenê fala sobre sua especialidade: ritmos brasileiros. Thiago Espírito Santo traz uma visão prática e objetiva do contrabaixo, enquanto Ari Colares detalha as técnicas regionais no pandeiro brasileiro. A harmonia da música erudita à moderna MPB (passando pelo jazz) está no workshop de Fábio Torres, enquanto Mario Campos disseca a composição instrumental e Edu Ribeiro, obviamente, a bateria. Valdir Ferreira trabalhará com “Grupo de Trombones”, o maestro Branco com orquestração e Daniel D’Alcântara com improvisação. Os professores Fernando Corrêa e Cesar Roversi falam, respectivamente, sobre “Condução de vozes para harmonização” e “Improvisação e Interpretação da Música Brasileira: Samba, Baião, Frevo e suas características rítmicas e melódicas". O workshop de Hamilton de Holanda e seu quinteto terá uma temática mais abrangente.





SERVIÇO


PAINEL INSTRUMENTAL


3 a 10 de Julho


Shows Diários


Sinfônica de Cubatão reapresenta Queen Sinfônico no Teatro Procópio Ferreira

O projeto idealizado pelo maestro Marcos Sadao Shirakawa que uniu os 80 músicos da Banda Sinfônica de Cubatão aos 70 cantores do Coral Municipal Zanzalá de Cubatão já foi aplaudido por alguns milhares de pessoas – somente em Tatuí, no último “Coreto Paulista – Festival de Bandas” perto de 1.500 pessoas acompanharam o show na Concha Acústica Spartaco Rossi. O espetáculo “Queen Sinfônico” será reapresentado, desta vez no teatro “Procópio Ferreira”, no dia 15 de julho, a partir das 20h30. É uma das atividades especiais do VI Curso de Férias que deve agradar ao público.

O espetáculo apresenta músicas de uma das mais importantes bandas de rock do planeta em uma versão sinfônica. Pelo menos 13 das muitas canções imortalizadas pela estrela maior do Queen, o vocalista Freddie Mercury, estão presentes no concerto. As músicas, originalmente compostas para uma banda de rock, receberam versões coral-sinfônicas, criadas por João Victor Bota, como “Bohemian Rhapsody”, “Somebody to love”, “I Want to Break Free”, “A Killer Queen”, “Don’t Stop me Now”, “Radio Ga Ga”, “Crazy little thing called love”, “How can I go on”, “A Kind of Magic”, “Love of My Life”, “We Will Rock You” e “We Are The Champions” receberam uma nova roupagem.

Também atuam no concerto as maestrinas Maria Fernanda dos Santos Tavares e Nailse Cruz, respectivamente, regente titular e regente assistente do Zanzalá, responsáveis pelo trabalho de preparação dos solistas e demais atuações vocais.

Independentemente do gosto e refinamento musical de cada ouvinte, não há como negar a importância da banda inglesa “Queen” na música universal. A banda vendeu mais de 300 milhões de cópias no mundo inteiro é liderada atualmente por Brian May (guitarra) e Roger Taylor (bateria). Foi uma das mais populares bandas inglesas dos anos 70 e 80, sendo precursora do rock tal como hoje o conhecemos, com inusitadas produções dos seus concertos e videoclipes das suas canções. Mesmo nunca tendo sido levada a sério pelos críticos da sua época, que consideravam a sua música “comercial” (a crítica de hoje considera a banda Queen como uma das melhores bandas de rock de todos os tempos), tornou-se a das mais famosas entre o público, graças à mistura única das apresentações ao vivo e o dinamismo e carisma da sua eterna estrela, o vocalista Freddie Mercury.

Conservatório divulga calendário para rematrícula

A Secretaria do Conservatório de Tatuí acaba de divulgar o calendário de rematrícula para o 2º semestre deste ano. Ela acontecerá de 26 a 30 de julho.

Cada dia receberá alunos de áreas distintas para a rematrícula. No dia 26, poderão se rematricular alunos das áreas de Cordas Erudito e Luteria. No dia 27, é a vez dos alunos de Sopros – Madeiras, Sopros-Metais, Iniciação Musical para Educadores, Iniciação Musical e Musicografia Braille.

Na quarta, 28, é a vez dos alunos das áreas de MPB&Jazz e Choro dos instrumentos bandolim, violão, cavaquinho, guitarra, contrabaixo elétrico, bateria e percussão. No mesmo dia 28, podem continuar a efetuar rematrícula alunos da Iniciação Musical para Educadores, Iniciação Musical e Musicografia Braille.

Na quinta, 29, seguem abertas as rematrículas para alunos de MPB&Jazz e Choro nos instrumentos de clarinete, flauta, saxofone, trompete, trombone, teclado, canto e piano, além das rematrículas para Piano Erudito e Harpa.

Na sexta-feira, dia 30, poderão se rematricular alunos de artes cênicas e oficinas, canto lírico, percussão sinfônica, regência de banda, de orquestra e coral, flauta-doce, cravo e fortepiano.

Para efetuar a renovação é preciso atualizar os dados cadastrais, efetuar o pagamento de taxa (R$ 50 e R$ 30 para cada curso a mais) e entregar foto (caso o aluno ainda não tenha no sistema da escola ou queira trocar).

A renovação de matrícula será feita na secretaria da escola, das 8h às 11h e das 14h às 17h30, na secretaria da escola, que fica na rua São Bento, 406 (Anexo 3).

O aluno que necessitar alterar dia e horário de aula, deverá conversar com o seu professor de instrumento e/ou voz para a alteração, caso contrário o horário permanece o mesmo, isso também acontece com as matérias complementares. Pode haver alterações nos dias e horários de aulas para aquele aluno que foi aprovado, passando de semestre, tanto no instrumento e/ou voz e nas matérias complementares. As aulas de Música de Câmara e Prática de Conjunto também estarão sendo agendadas nesta semana.

Dúvidas podem ser dirimidas pelo email secretaria@conservatoriodetatui.org.br.

Finalmente, a Prefeitura disponibiliza dados das despesas do município no Portal da Transparência


A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria da Fazenda e Finanças, lançou na internet, o Portal de Transparência.  O site já disponibiliza à população dados e informações a respeito da aplicação dos recursos municipais e  processos licitatórios, além de outras informações. Conforme esclarece o secretário Luiz Paulo Ribeiro da Silva, o Portal de Transparência promove maior eficiência na divulgação dos dados e informações do Poder Executivo, contribuindo assim para a melhoria contínua da gestão pública. Ainda de acordo com o secretário, como esta é a 1ª versão do Portal de Transparência, o canal deve passar por aprimoramento e constante atualização, por isso a administração municipal conta com a compreensão para eventuais falhas técnicas e a contribuição da população no sentido de sugestões, as quais serão importantes para a evolução do processo de informatização. O Portal da Transparência pode ser visualizado na página da Prefeitura de Tatuí na internet, através do endereço www.tatui.sp.gov.br. A Prefeitura já disponibilizava, no site oficial do Município, dados exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal; agora a consulta pode ser feita diretamente a partir do portal. Com a implantação desse site, Tatuí passa a atender à exigência da Lei Federal Complementar 131, de 27 de maio de 2009, que determina que todos os municípios com mais de 100 mil habitantes devem disponibilizar a qualquer pessoa física ou jurídica o acesso às despesas e receitas do município, em dados com atualização diária. Tatuí foi o primeiro município da região a instalar a modalidade Pregão de Compras Eletrônico e Presencial e a Bolsa Eletrônica de Compras (BEC). Além disso, desde 2005 já não utiliza cheques para o pagamento de fornecedores ou contratados, utilizando apenas o depósito eletrônico. Mesmo assim, o município foi alvo de críticas por não apresentar relatos completos de suas despesas.

Prefeitura encaminha uma tonelada de pilhas, baterias e celulares inservíveis para reciclagem



A Prefeitura de Tatuí, através do Departamento de Planejamento Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Secretaria Municipal de Obras e Infraestrutura, enviou para a Empresa Suzaquim Indústrias Químicas Ltda. uma tonelada de pilhas, baterias e celulares inservíveis para reciclagem. Esses materiais foram coletados em vários pontos espalhados pelo município de Tatuí. “Com esta ação foi evitado o descarte inadequado dos materiais e a contaminação do meio ambiente”, informou a coordenadora do projeto, a técnica ambiental Andreza Cristina Cardoso.Segundo ainda Andreza, “é habito das pessoas descartarem as pilhas e baterias usadas no lixo comum, entretanto esses materiais são altamente tóxicos, por terem em sua composição diversos metais pesados, tais como: mercúrio, cádmio e chumbo, que contaminam o meio ambiente e são nocivos a saúde humana”.Abandonadas nos lixões, as pilhas e baterias enferrujam e vazam. As substâncias liberadas são absorvidas pelo solo e podem chegar aos lençóis freáticos ou aos rios próximos, se espalhando e contaminando a água.As pessoas que tiverem contato com esta água, seja bebendo, tomando banho ou comendo um vegetal regado com ela serão contaminadas, e mesmo que a água seja filtrada ou fervida as substâncias tóxicas continuam presentes.Pilhas, baterias e celulares devem ser descartados em coletores específicos para que tenham um destino correto, não prejudicando o ambiente em que vivemos.Em Tatuí, existem pontos de coleta de pilhas e baterias. Eles estão localizados nos seguintes locais: Paço Municipal, Mercado Municipal, Secretaria do Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Obras e Infra-estrutura, Secretaria Municipal de Educação, Banco do Povo/Procon/PAT, Corpo de Bombeiros, Posto de Saúde do São Cristóvão, Posto de Saúde da Vila Dr. Laurindo, Eltron Som, COOP, Farmácia Avallone I e II, Photo Lab, Pronto Atendimento da Unimed, Loja Zaith, Caetano Materiais de Construção (lojas 1 e 2), Colégio Anglo (Ensino Fundamental e Médio) e ETEC Salles Gomes.

Feirão do Tricô gera R$ 9 mil para tricoteiras do Fundo Social


O Feirão do Tricô, organizado pelo Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (Fusstat), alcançou seu principal objetivo: gerar renda para os alunos ou ex-alunos, aquelas pessoas estudam ou se se formaram nos cursos administrados pela Oficina de Tricô, mantida pelo Fusstat, no Centro de Capacitação Profissional da Vila Esperança. O lucro total foi de R$ 9 mil, que foi dividido entre as 15 tricoteiras que participaram do evento. Na última semana, a primeira-dama Maria José Vieira de Camargo (presidente do Fundo Social de Solidariedade), o prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo e a coordenadora da Oficina de Tricô, Ruth Ferreira de Souza, entregaram os cheques às tricoteiras. Cada uma recebeu por aquilo que produziu e vendeu.Na entrega dos cheques, que aconteceu no Centro de Capacitação Profissional da Vila Esperança, o prefeito Gonzaga, em suas palavras, destacou que a Prefeitura de Tatuí está aberta para qualquer auxílio às tricoteiras no sentido de se organizar uma cooperativa. Gonzaga destacou os benefícios do cooperativismo. Já a presidente do Fusstat, Maria José, agradeceu a participação de todas as tricoteiras e anunciou que nos primeiros dias de julho poderá ocorrer um outro feirão, ali nas dependências do Centro de Capacitação, na Vila Esperança. Foram muitos os depoimentos emocionados das tricoteiras. Todas elas se manisfestaram de forma muito positiva sobre o Feirão do Tricô, que  foi realizado nos dias 17, 18 e 19 de junho, no Espaço Cultural da Secretaria da Cultura, Turismo, Esporte, Lazer e Juventude, oferecendo blusa, cachecol, gorro, meia de lã, pulôver masculino e cacharrel, entre outras coisas. No Espaço Café, foram vendidos bolos, pães, beliscões e pão de mel, todos produtos da Padaria Artesanal, um dos cursos mais procurados do Fusstat.“O evento foi um sucesso e atingimos nossos objetivos. Gerar renda é o principal objetivo dos cursos ministrados pelo Fundo Social de Tatuí”, destacou Maria José.

6ª Taça Cidade Ternura de Futebol para Menores terá rodada em dois estádios


A 6ª Taça Ternura de Futebol para Menores teve seqüência no sábado (26), com três partidas. Elas foram disputadas no Estádio do Santa Rita, no bairro Jardim Santa Rita de Cássia, onde jogaram pela quinta rodada: Associação Santa Rita 0 x 0 Tókio A.A., pelo Grupo C da Sub 12, Associação Santa Rita 0 x 0 Tókio A. A., pelo Grupo E da Sub 14 e, A.A. Tatuí B 2 x 1 Tókio A. A.. Neste próximo fim de semana serão seis jogos. No sábado (3), no Estádio Itatibão, do Clube de Campo, jogam a partir das 8h30: Clube de Campo x São Martinho (Grupo A, Sub 12), A.A. Tatuí x Bom de Bola 10/Sindicato (Grupo B, Sub 12) e Clube de Campo x São Martinho (Grupo F, Sub 14). No domingo (4), jogam no Estádio Menote de Campos, do Santa Cruz, a partir das 8h30: Santa Cruz x Associação Santa Rita (Grupo C, Sub 12), Santa Cruz B x Associação Santa Rita (Grupo E, Sub 14) e XI de Agosto x Bom de Bola 10/Sindicato (Grupo H, Sub 16). A entrada é franca.O torneio é disputado em três categorias: Sub 12, Sub 14 e Sub 16, reunindo 24 equipes. A realização é da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte, Lazer e Juventude. A entrada é franca em todos os jogos.

Tatuí ganha quatro troféus e quinze medalhas em torneio de atletismo


A equipe de atletismo do Núcleo de Educação Básica Municipal (Nebam) Ayrton Senna da Silva, que integra o Programa Primeiro Passo, da Secretaria Municipal da Educação, participou no último domingo, dia 27, da Prova Pedestre São João Batista, no município de Itapetininga. A largada e chegada aconteceu em frente a Paróquia São João Batista.No total, a equipe tatuiana faturou quatro troféus e 15 medalhas. A equipe é treinada pelos professores Jorge Fernandes Simão, Eronides dos Santos e Natalino Pedreschi Júnior, com a supervisão do professor Francisco Antonio de Souza Fernandes (Quincas).Na prova mirim masculino, até 13 anos, 1.500 metros rasos, os resultados foram os seguintes dos atletas tatuianos: Lucas Ferro Santos (1º lugar), Guilherme Moisés de Paula M. Campos (4º lugar), Paulo Vinícius M. Rodrigo Jesus (5º lugar), André Nunes C. Ribeiro (8º lugar), Francislei de Souza Ribeiro (9º lugar), Victor Fernandes Oliveira Simão (11º lugar) e Rafael de Lima de Oliveira (13º lugar). Na prova infantil, até 15 anos, dois quilômetros, os resultados foram os seguintes dos atletas tatuianos: Anderson Felipe Gasparino (1º lugar), Fabrício Rafael Pereira de Oliveira (2º lugar), Lucas Vinícius A. Oliveira (3º lugar) e William Correa do Nascimento (4º lugar).

Começa domingo o Festival de MPB

De 3 a 10 de julho, será destaque no Conservatório de Tatuí o Painel Instru-mental do 17º Festival de MPB. Dia 3, domingo, às 19h30, no Foyer Mário Covas, apresenta-se o Quinteto Sem o Sexto. Às 20h30, no Teatro Procópio Ferreira, apresentam-se a Orquestra Sinfônica e a Big Band do Conservatório, numa homenagem a Cyro Pereira, que foi convidado e poderá estar presente.
Fonte: AI/CDMCC

Proerd forma mais mil alunos dia 30

A Polícia Militar de Tatuí realiza nesta terça-feira, dia 30, a partir das 14h, no Ginásio de Esportes da Associação Atlética XI de Agosto, a formatura de mil alunos do ensino fundamental no Proerd - Programa Educacional de Resistência às Drogas. No evento, serão entregues os certificados.
Fonte: Redação Central de Rádio

Pedágios estarão mais caros a partir do dia 1º

A partir da zero hora desta quinta-feira, 1º de julho, as tarifas de pedágio das rodovias concedidas do Estado de São Paulo serão reajustadas. Na Rodovia Castello Branco, o pedágio de Quadra irá custar R$ 8,95. Já o de Boituva, o preço será de R$ 6,55. Ainda na Castelo, o pedágio de Itu irá custar R$ 7,90 e o de Itapevi, R$ 5,80. Na Rodovia SP 127, entre Tatuí e Itapetininga, o pedágio irá custar R$ 7,40. Na Rodovia Raposo Tavares, em Araçoiaba da Serra, o valor do pedágio será de R$ 2,60.
O principal pedágio do sistema Anchieta-Imigrantes, ligação da capital ao litoral paulista, vai aumentar de R$ 17,80 para R$ 18,50. A tabela completa com as novas tarifas nas rodovias estaduais de São Paulo foi divulgada pela Artesp - Agência Estadual do Transporte.

 
Fonte: ARTESP

Projeto de Atletismo chega à Vila Angélica

O 1º Projeto Municipal de Atletismo irá realizar, no próximo dia 11 de julho, a partir das 9h, sua terceira etapa, no bairro da Vila Angélica, na Rua José Orsi. As provas serão realizadas nas categorias masculino e feminino, com idade a partir dos 6 anos.
Fonte: Redação Central de Rádio

Festa Junina do Lar Donato Flores será em julho

A tradicional festa junina do Lar Donato Flores acontece neste ano um mês mais tarde. O evento, que nos anos anteriores era realizado no início de junho, está agendado para o dia 24 do mês que vem. A festa teve sua data alterada por uma questão de agenda, segundo informou a direção da entidade. A festa junina, mesmo realizada fora de época, deve manter seu nome próprio, mas o Lar poderá anunciá-la como festa julina.
Fonte: Redação Central de Rádio

Amart apresenta a artista plástica Kátia Salvany

A AMART - Associação dos Artistas Plásticos de Tatuí e Região - estará com uma nova exposição em cartaz de 8 de julho a 15 de agosto. Serão 50 desenhos-pinturas e um vídeo onde a artista Katia Salvany desenvolveu uma intensa pesquisa gráfica a partir de um caderno de contabilidade de um pipoqueiro. A AMART fica ao lado do Bazar do Asilo.
Fonte: Redação Central de Rádio

Mutirão de Castração acontece nos dias 16 e 17 de julho

A Cia. do Bicho, grupo composto por veterinários voluntários e protetores de animais, promove em Tatuí, nos dias 16 e 17 de julho, a décima edição do Mutirão de Castração voltada à esterilização de cães e gatos. O evento acontecerá no prédio anexo ao Nebam “Ayrton Senna da Silva”, na rua Oracy Gomes nº 559.
Fonte: Redação Central de Rádio

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Banda de Salsa tatuiana faz sucesso em SP

 De Jorge Rizek, secretário da cultura de Tatuí,  em sua coluna semanal no jornal  O Progresso de Tatuí


A Banda de Salsa Cumpade Candela encerra na quarta-feira, dia 30, sua temporada de shows no Rei Castro, casa noturna badaladíssima de São Paulo. Em todas as quartas de junho, o grupo formado por alunos do Conservatório de Tatuí fez shows que fez a pista de dança ferver - por lá, os casais disputam cada centímetro da pista com passos perfeitos da salsa e merengue. Com trajes típicos e novos arranjos, a banda está sendo sondada para novas contratações fixas na Capital. Em Tatuí, o grupo fez quatro shows, dois deles pela Prefeitura de Tatuí. Imperdível: última apresentação do mês, às 11h da noite, no Rei Castro Vila Olímpia.

domingo, 27 de junho de 2010

Estado aprova novo prédio do Conservatório, diz Rizek

A notícia foi dada sem muito destaque pelo secretário da cultura de Tatuí, Jorge Rizek,em sua coluna semanal no jornal O Progresso de Tatuí deste domingo. Diz ele que Henrique Autran Dourado, diretor do Conservatório, saiu eufórico de reunião que teve na terça com a Secretária de Estado da Cultura, Andréa Matarazzo, quando teve um sim para o projeto do novo prédio do Conservatório. Na mesma reunião, teria sido decidido que o Núcleo de São José do Rio Pardo não faz mais parte do Conservatório. Essa possibilidade já havia sido divulgada aqui no Diário de Tatuí, mas o diretor do Polo dizia que se tratava apenas de boatos. 

Orquestra Lyra Tatuí embarca nesta segunda-feira para 3ª turnê na Europa

Do site www.oprogressodetatui.com.br

A Orquestra de Metais Lyra Tatuí embarca na segunda-feira, 28, para sua terceira turnê internacional em menos de oito anos de funcionamento. A Banda Lyra, como é carinhosamente conhecida, foi fundada e é coordenada pelos professores Sílvia e Adalto Soares. Na próxima turnê pela Europa – que envolverá Espanha, Holanda e Alemanha -, 46 músicos, entre crianças e adolescentes, farão apresentações cujo repertório será brasileiro. Entre os shows agendados, o principal deles acontecerá dentro da programação do 124º Certame de Bandas de Música Cidade de Valencia, na Espanha, um dos mais respeitados da Europa e que atrai anualmente bandas dos mais diferentes pontos do planeta. A Lyra Tatuí, que participará do evento como convidada, é o único grupo brasileiro incluído na programação.
A primeira apresentação da Orquestra de Metais Lyra Tatuí será no dia 30 de junho, na cidade de Valencia, na Espanha, dentro do Certame de Bandas de Música Cidade de Valencia – evento que completa seu 125º ano de existência em 2011. O evento remonta a 1886, quando o então prefeito da cidade, Manuel Rico, e o entusiasta José Soriano Plassent decidiram criar um concurso musical destinado a bandas valencianas.
Essa iniciativa tornou-se um dos certames de bandas mais importantes do mundo. De um concurso que reunia bandas civis e militares, passou a atrair bandas estrangeiras (em 1895) e, depois, a contar com bandas nas categorias regional e nacional. “O Certame de Valencia é uma disputa obrigatória para bandas dos cinco continentes que querem ganhar visibilidade no panorama internacional”, cita-se no material de divulgação do evento.
Neste ano, o evento será realizado no dia 30 de junho e nos dias 1, 2 e 3 de julho, na sala de concertos do Palau de La Música e na Plaza de Toros, em Valencia. São quatro categorias diferentes, sendo que a Orquestra de Metais Lyra Tatuí apresenta-se como convidada especial na abertura do certame.
O grupo tatuiano foi convidado a partir de sua participação no Seminário Ibero-Americano de Educação Musical e Inclusão Social, realizado em novembro do ano passado, no Sesc Consolação, em São Paulo. Durante a apresentação, a Lyra Tatuí foi assistida pelo maestro espanhol Rafael Sanz-Espert, um dos palestrantes na ocasião e que é diretor da Banda Municipal de Bilbao e já foi regente titular de mais de uma dezena de bandas na cidade de Valência.
Encantado pelo grupo, Sanz-Espert indicou-o ao comitê organizador do certame. A apresentação acontecerá na sala José Iturbi, no Palau da Música, projetada para abrigar 1.817 pessoas, com acústica elogiadíssima (para a soprano Montserrat Caballé e o tenor Plácido Domingo, é a “melhor do mundo”).
“Já havia ouvido falar da Lyra Tatuí pelo Spanish Brass e, também, pelo maestro Dario Sotelo, do Conservatório de Tatuí, que fizeram referências ao Blast (grupo performático reconhecido em todo o mundo). Viajo pelo mundo todo, conheço muitos grupos, mas fiquei muito emocionado quando vi o trabalho do professor Adalto Soares. No mesmo momento, comuniquei o Centro de Cultura da Espanha em São Paulo e disse que esse tinha de ir a Valencia”, iniciou Sanz-Espert.
Além da apresentação no Certame de Bandas – que terá entre os jurados da mostra competitiva o maestro Dario Sotelo, representando o Brasil -, a Orquestra de Metais Lyra Tatuí faz show em Llíria, conhecida como “Cidade da Música”. A segunda apresentação na Espanha acontece no dia 1º de julho, no teatro da Banda Primitiva de Llíria.
Tanto Llíria quanto Valencia têm intensa atuação de bandas. Em Valencia, são 512 bandas federadas e um sem número de outros grupos não federados, além de corporações estudantis e militares. “É a cidade com o maior número de músicos por metro quadrado do planeta. Há bandas com mais de 160, 250 integrantes... Às vezes, brinco dizendo que lá, levanta-se uma pedra e debaixo dela sai um músico. Ainda assim, de todas que temos e todas que já vi em todos os lugadores do mundo, não há nenhuma como a Banda Lyra Tatuí”, comentou o maestro Sanz-Espert.
“Valencia tem essa movimentação musical grande, assim como Tatuí. Quando vim ao Brasil pela primeira vez, no ano de 2004, fomos parados pela Polícia Federal no aeroporto. Lá, ao afirmarmos que vínhamos a Tatuí – sem nenhum instrumento ou indicação de qual seria nossa profissão -, o policial nos disse: ‘Vocês são músicos‘”.
Após as apresentações na Espanha, a Lyra Tatuí segue para a Holanda, onde faz shows no Festival Klassiek op Locatie – tradicional evento musical de Grubbenvorst –, e ainda registrará passagens com pocket-shows por Horst, Venray, Gennep, Bergen e Venlo. A terceira fase da turnê acontecerá na Alemanha, entre 5 e 12 de julho, onde o grupo será recepcionado por Brigitte Nies. Nesse país, o grupo já fez apresentações nos anos de 2008 e 2009, mas, pela primeira vez, apresenta-se com 46 integrantes (o maior número de músicos da Lyra Tatuí que já participou de uma turnê internacional).
Criado em 2002 pelo trompista Adalto Soares e sua esposa, a percussionista Silvia Zambonini Soares, a Lyra Tatuí vem consagrando-se no meio musical pela alta qualidade técnica e disseminando um novo conceito que une música de alto nível e performance praticadas por crianças.
Com inúmeros prêmios – entre eles, repetidos títulos nacionais -, a orquestra de metais registra história invejável. Depois de duas turnês na Alemanha, onde participou do concorrido Festival Jovem de Bayreuth, faz estreia em solo espanhol. “Estamos muito felizes e satisfeitos, pois, em três anos, serão três turnês. Isso não é algo muito comum no meio musical brasileiro e acredito que é resultado da qualidade e seridade do trabalho desenvolvido. Mas a sensação de fazermos uma apresentação com a Lyra é sempre a mesma, seja na Europa, seja aqui em Tatuí”, comentou Adalto.
Além da turnê confirmada, o grupo inicia o ano de 2010 produzindo um novo espetáculo – com direito a participação especial da atriz Vera Holtz, madrinha da Lyra Tatuí – e incentivando jovens instrumentistas a ingressarem na vida acadêmica e no mercado profissional da música.
Atualmente formada por uma centena de crianças e jovens a partir dos seis anos de idade, a Lyra Tatuí vem sendo citada como exemplo bem sucedido de formação pela música. Elogiada por onde quer que passe e por qualquer que seja o público – de leigos a músicos profissionais e educadores -, a Lyra Tatuí voltará a ser destaque em festivais do Paraná e Ourinhos (após a turnê) e, ainda, na 3ª Mostra Brasil Juventude Transformando com Arte, no Rio de Janeiro.

Ministério da Saúde inspeciona Samu de Tatuí

Do sie www.oprogressodetatui.com.br
Representantes do Ministério da Saúde vistoriaram, na manhã de quinta-feira, 24, as instalações do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Tatuí. A base do sistema funcionará no quartel do Corpo de Bombeiros, à avenida Domingos Bassi, na vila Doutor Laurindo. “Eles acharam as nossas instalações superadequadas”, disse a secretária municipal de Saúde, Kátia de Campos Abuchaim, que participou de reunião junto com o capitão dos bombeiros, Cleotheos Sabino.
O encontro, segundo ela, serviu para promover um afinamento entre o ministério e o município. Nela, o MS fez sugestões de adequações do espaço, que precisará ser ampliado em função da equipe. “O nosso foco é buscar sempre esse entendimento. Estamos juntos para salvar vidas”, comentou Abuchaim.
Enquanto aguarda o funcionamento, a equipe local passa por treinamento técnico. “Estamos atentos a tudo, porque não é simplesmente colocar na rua”, disse a secretária. Conforme ela, o Samu vai ampliar a experiência que o município já tinha, com a equipe de emergência que passará a atender junto ao pronto-socorro. “O 192 será mais abrangente, porque vai atender a região”, afirmou.
A vistoria às bases descentralizadas, segundo a arquiteta do Ministério da Saúde, Fatah Mendonça, faz parte de um procedimento padrão. “É normal visitarmos os locais onde funcionarão os serviços”, comentou. A base de Tatuí, conforme disse, está de acordo com as exigências do ministério. “Nós só recomendamos que fizessem algumas pequenas mudanças, por uma questão de padrão”.
Além de Tatuí, o grupo de técnicos visitou outras três cidades onde funcionarão as bases descentralizadas: Angatuba, Guareí e Alambari. Dois dias antes, os representantes estiveram em Itapetininga para verificar as condições da Central Reguladora. A expectativa é de que ela passe a operar no dia 29. “Vamos mais para prestar esclarecimentos e orientações”, comentou a arquiteta.
Após a reunião, os técnicos do ministério dirigiram-se à Prefeitura, onde foram recebidos pelo prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo.
INTEGRAÇÃO
Para o capitão Sabino, a base do Samu junto ao Corpo de Bombeiros vai permitir a integração das equipes que prestam atendimento de urgência e emergência. “Estamos seguindo a linha do comando”, afirmou o oficial. Esse sistema de parceria, conforme ele, já funciona em 50 cidades do Estado de São Paulo e facilita tanto o trabalho dos bombeiros como da equipe do Samu 192. “Vai agilizar muito o atendimento, porque você acaba juntando forças e não dividindo”.
Neste sentido, o capitão desenvolveu um protocolo de atendimento definindo os tipos de ocorrências que cada equipe vai atender. “A intenção é que, quando o Samu começar a funcionar, nós já estejamos 100% integrados”, afirmou. O esquema já foi encaminhado à Central Reguladora. “Esse protocolo será assinado pela chefia do Samu 192 e do Corpo de Bombeiros”, concluiu

Dois casos de agressões com uma morte em Tatuí

Do sie www.oprogressodetatui.com.br
Dois casos graves de agressões ocorreram em Tatuí nesta semana. No primeiro deles, a vítima, um idoso de 69 anos, precisou passar por cirurgia e perdeu a visão de um dos olhos; no outro, um homem teve traumatismo craniano e morreu. A violência abalou e revoltou familiares, que pedem justiça.
A primeira agressão ocorreu por volta das 10h de segunda-feira, 21, nas proximidades do Mercado Municipal. O idoso teria sido espancado por um mototaxista depois de discutir com ele o valor da corrida. A vítima havia discordado do preço pedido (R$ 2,50) para o transporte da rua 7 de Abril até a avenida Cônego João Clímaco de Camargo (avenida das Mangueiras).
Conforme um familiar do aposentado, que preferiu não se identificar, não concordando com o valor, a vítima teria devolvido o capacete. “Nessa hora, o mototaxista começou a agressão”, contou. O aposentado teria sido golpeado várias vezes na cabeça e, antes de ser socorrido, registrou boletim de ocorrência no 1º Distrito Policial. O agressor, segundo o parente da vítima, teria sido liberado após prestar depoimento.
Na delegacia, o aposentado começou a passar mal e teve de ser transportado até o pronto-socorro. De lá, seguiu para o Hospital Modelo, de Sorocaba. “No percurso, ele teve três ameaças de infarto. A oxigenação do sangue chegou a quase zero”, relatou o parente. O paciente foi estabilizado e precisou de cirurgia. Segundo o familiar, ele teve fratura em três partes do rosto - uma delas atingiu o olho, provocando um coágulo - e teve de implantar uma placa na face.
A segunda vítima teria sido agredida entre a terça-feira, 22, e a quarta-feira, 23. Conforme informou um parente, que também preferiu não se identificar, o homem sumiu depois de sair de sua oficina mecânica em direção à casa. Preocupada, e sem notícias, a família iniciou uma busca que durou toda a madrugada. “Quando ele apareceu, estava muito machucado”, declarou o familiar.
Levado ao pronto-socorro, ele precisou ficar em sono induzido, por conta do grau da agitação. A família suspeita de roubo seguido de agressão, já que o homem estava sem carteira e dinheiro. “Ele teve traumatismo craniano e um AVC (acidente vascular cerebral, ou derrame)”, contou o parente. Por conta da gravidade, teve de permanecer na UTI (unidade de terapia intensiva), onde faleceu.
Ambos os casos serão investigados pela Polícia Civil, que deve abrir inquéritos