Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

terça-feira, 5 de janeiro de 2016

Tatuí intensifica ações de combate à Dengue

Conscientização da população é o maior aliado contra o mosquito Aedes aegypti

Tatuí inicia em janeiro uma nova fase da sua campanha de combate à dengue, iniciada ainda em 2015. Desde agosto, a Secretaria Municipal de Saúde vem intensificando as ações preventivas e de fiscalização para evitar a proliferação do mosquito transmissor. A atenção deste ano é redobrada, diante dos surtos de zika vírus e da febre chikunguya registrados em diversas cidades brasileiras. Os casos de microcefalia em recém-nascidos vêm preocupando as autoridades sanitárias em todo país. 

O foco a partir de agora será novamente a informação. Faixas, panfletos e cartilhas informativas serão disponibilizados de diferentes maneiras já que o papel da população é fundamental: a maioria dos criadouros está localizada nas próprias residências. “Todas as pessoas devem realizar, pelo menos uma vez por semana, uma vistoria em seu imóvel, para não permitir que existam focos para multiplicação do mosquito”, adverte o coordenador do setor de combate à dengue, Tony Sumio Ogata.

A situação em Tatuí, por enquanto, está sob controle, devido às campanhas realizadas nos anos anteriores e da antecipação das ações em 2015. Desde julho, apenas 8 casos foram registrados, sendo apenas um deles autóctone. “Porém, não podemos relaxar. Se temos essa situação confortável em relação a outras cidades, o surgimento de novas doenças transmitidas pelo Aedes aegpty vem causando alerta em nível nacional”, explicou a gestora municipal de saúde, Sandra Santos. 

As principais recomendações e cuidados são simples e já de conhecimento das pessoas: eliminar água que fica acumulada em calhas, ralos, pratos de vasos de plantas e pneus, além de manter caixas d’água sempre bem fechadas. “Se for viajar o cuidado deve ser redobrado, antes de deixar a residência, o morador deve verificar se não está abandonando recipientes que possam acumular água e servir como criadouro para as larvas do mosquito. É recomendado prestar atenção em espaços que nem sempre são lembrados, como vasos de plantas, ralos e inclusive nos coletores de água da geladeira e do ar condicionado”, comenta Ogata.

A população deve estar também atenta aos sintomas da dengue que são febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo e o aparecimento de manchas vermelhas pelo corpo. Na presença de alguns desses sintomas é importante procurar imediatamente o serviço de saúde e nunca se automedicar. O serviço de saúde está apto para oferecer tratamento adequado e acompanhamento médico gratuito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário