Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Conferência de Patrimônio de Tatuí acontece neste sábado, a partir das 9h, na Câmara

Além de apresentar conceitos importantes acerca do patrimônio cultural, o evento visa validar a nossa Lei de Tombamento

Roda de Conversa sobre Patrimônio realizada em março de 2018

Neste sábado (01/12), na Câmara Municipal, o Condephat - Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico de Tatuí realizará a 1ª Conferência de Patrimônio de Tatuí.

O encontro será aberto a toda a comunidade, com o objetivo de apresentar conceitos importantes acerca do patrimônio cultural e validar a Lei de Tombamento, que vem sendo debatida e desenvolvida pelo Conselho ao longo de todo o ano de 2018. Nesta discussão serão esclarecidos o mecanismo de tombamento e a necessidade do engajamento da população para a preservação do mesmo.

A conferência começará às 9h, com credenciamento e cerimônia de abertura. Às 10h haverá apresentação dos Tropeirinhos do Rancho e logo a seguir, às 10h30, uma importante palestra da professora mestre Sônia Regina Rampim Florêncio, do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional)

Após intervalo para almoço, das 12h às 13h30, recepção pelo grupo Seresteiros com Ternura. Logo a seguir, palestra da professora doutora Simone Scifone, fundadora da Rede Paulista de Educação Patrimonial. Às 15h, começa uma oficina com Maryclea Carmona Maués Neves, mestre em Artes e servidora do Iphan. Às 15h30, finalmente, apresentação da Lei Municipal de Tombamento. Para encerrar, às 16h, a palavra será aberta aos participantes para falar sobre a Lei, até às 17h.

Sônia Regina Rampim Florêncio - Graduada em Ciências Sociais pela UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1988). Especializada em Sociologia Rural pela UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas (1993), e em Políticas Públicas de Proteção e Desenvolvimento Social pela ENAP – Escola Nacional de Administração Pública (2013). Mestre em Educação pela UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas (2003). Técnica em Educação desde 2006 e coordenadora de Educação Patrimonial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, desde 2011. Antes do trabalho no IPHAN, atuou como professora de Educação Básica e Superior em Tatuí e Araraquara. Ela também é membro do ICOMOS Brasil – Conselho Internacional de Monumentos e Sítios.

Simone Scifone - Geógrafa, Mestre e Doutora em Geografia pela Universidade de São Paulo. Ganhou o Prêmio Capes de Teses, conferido, em 2006, ao trabalho intitulado "A Construção do Patrimônio Natural". Docente do Departamento de Geografia da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Atuou e atua em instituições públicas de proteção do patrimônio cultural, como o Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Condephaat/SP e Conselho Municipal de Patrimônio Cultural de São Bernardo do Campo. Fundadora e membro da Rede Paulista de Educação Patrimonial - REPEP e membro do ICOMOS Brasil – Conselho Internacional de Monumentos e Sítios.

Maryclea Carmona Maués Neves - Servidora na Superintendência de São Paulo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN, desenvolvendo atividades de assistência de gabinete e educação patrimonial. Atualmente cursa o Mestrado Profissional em Preservação do Patrimônio Cultural do mesmo Instituto e faz parte da Rede Paulista de Educação Patrimonial - REPEP. Mestre em Artes pela Universidade Federal do Pará, com especialização em Estudos Culturais da Amazônia e graduação em Administração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário