Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Aos 95 anos, idoso com Mal de Parkinson salta de paraquedas em Boituva

Antônio Foge: “Foi sensacional. Eu queria relembrar a sensação de me sentir vivo e de ter essa liberdade."

Por Paola Patriarca, G1 Itapetininga e Região, com copidesque do DT

Idoso de 95 anos salta de paraquedas em Boituva

14/11/2018 | Aos 95 anos e com Mal de Parkinson, o idoso Antônio Foge resolveu não se importar para suas limitações e decidiu realizar um antigo sonho, que era relembrar como é saltar de paraquedas.

Com o apoio dos filhos e netos, o aponsentado se aventurou no Centro Nacional de Paraquedismo de Boituva (SP), o que inspirou a família e até os paraquedistas mais experientes.

Ao G1, o aposentado afirmou que a sensação foi de liberdade. “Foi sensacional. Eu queria relembrar a sensação de me sentir vivo e de ter essa liberdade que se tem quando você salta. Relembrar os velhos tempos. Eles [parentes] não acreditaram que eu ia, mas eu fui. Pulei mesmo."

De acordo com Antônio, o salto foi realizado no dia 4 de novembro, em um domingo ensolarado e propício para que ele mostrasse que a idade não importa para quem deseja superar os limites.

Para saltar, Antônio precisou fazer exames médicos que atestassem que estava habilitado para se aventurar. Como os resultados apontaram que ele podia, nada o impediu.

“Fiz os exames e deu tudo certo. Só o Mal de Parkinson que tenho há seis anos, mas não foi impedimento. Além disso, meu filho e neto saltaram juntos comigo. Eu cheguei lá e todo mundo ficou espantado com minha força de vontade”, diz.

Aposentado diz que relembrou os velhos tempos ao saltar de paraquedas em Boituva — Foto: Arquivo Pessoal/Baldoino Foge

Para ele, o momento da queda é o que mais deu "frio na barriga".

"Na hora de sair do avião dá muito medo e tremi bastante. É bem horrível. Mas depois a sensação é maravilhosa demais. Eu achei sensacional e farei de novo."

O aposentado conta que sempre gostou de aventura. Quando jovem, trabalhou no Exército por três anos e saltou de paraquedas em rios e matos. Além do Exército, trabalhou na Ferrovia Sorocabana.

“Sempre fui muito ativo. Saltei bastante quando jovem. No Exército fazia de tudo. Depois que sai, trabalhei na Estrada de Ferro Sorocabana, onde também me envolvi em grandes aventuras. Sempre gostei disso”.

idoso de 95 anos salta de paraquedas em Boituva e inspira a família — Foto: Arquivo Pessoal/Baldoino Foge

O filho Baldoino Foge conta que o pai inspira todos da família. “Ele sempre gostou de se aventurar e a força de vontade dele inspira todo mundo. Meu irmão e o filho saltaram e ficaram impressionados com a força dele. Ficamos muito felizes.”

Viúvo, com cinco filhos e 13 netos, o idoso garante que ano que vem quer repetir a aventura.

“Se eu tiver vivo, quero pular de novo. Por que não?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário