Boletim de informaç0ões COVID-19 n° 548 Tatuí, 28 de julho de 2021, quarta-feira - 11h00h

17.702 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.202 PACIENTES RECUPERADOS
435 ÓBITOS CONFIRMADOS
65 INFECTADOS EM TRATAMENTO
16,14 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sábado, 29 de dezembro de 2012

Banco de Alimentos combate obesidade infantil em Tatuí

Crianças com sobrepeso foram identificadas em mutirão e escola municipal. Instituição busca parceria para lançar quadrinhos educativos.

Deise Voigt, no G1, com edição do DT

História em Quadrinhos criada pelo Banco de Alimentos quer educar sobre comidas saudáveis
(Foto: Banco de Alimentos de Tatuí/Divulgação)

29/10/2012 | Crianças de Tatuí estão enfrentando um novo vilão: a obesidade. A constatação é do Banco de Alimentos, instituição mantida pelo governo federal e prefeitura, voltada à segurança alimentar. Para mudar essa realidade, o órgão cria maneiras divertidas para educar crianças. O mais recente projeto busca parcerias para ser viabilizado: quadrinhos educativos.

O Banco de Alimentos passou a intensificar ações contra a obesidade após o resultado de duas ações. A primeira, no último mês de setembro, indicou que 75 de 259 crianças avaliadas em um mutirão antropométrico estavam em situação de sobrepeso. Em outra ação, um estudo indicou que 73% de 86 crianças de oito anos de uma escola municipal local estavam em situação de peso acima dos padrões ideais para a faixa etária.

“O sobrepeso é o atual vilão da saúde das crianças. Depois de identificar quais são as crianças que sofrem com o problema, começamos um trabalho de educação alimentar com as mães e de controle de peso e altura com as crianças de 0 a 4 anos para minimizar esse problema”, disse Heloisa Saliba e Borges, coordenadora do Banco de Alimentos.

Quando as crianças identificadas com sobrepeso já estão em idade escolar, o trabalho é feito na sala de aula. Estagiários de pedagogia e nutrição realizam ações educativas nas escolas, voltadas à motivação e conscientização alimentar. Por meio de brincadeira, o Banco de Alimentos ensina sobre alimentação saudável. “Utilizamos peças de teatro, brincadeiras e atividades lúdicas para ensinar sobre quais são os alimentos saudáveis e a importância de serem ingeridos. As crianças são receptivas mas, infelizmente, ainda enfrentamos problemas. Um deles, dentro da própria escola: a cantina, que ainda não se adequou a essa nova realidade e vende alimentos que, no nosso ponto de vista, deveriam ser proibidos”, disse Borges.

A dificuldade de aceitação de novos hábitos alimentares pelas famílias das crianças com sobrepeso também é um problema. Segundo a coordenadora, os bebês ainda são estimulados a serem “gordinhos”. “As famílias têm dificuldade em aceitar que a criança precisa perder peso o mais rápido possível”, disse ela.

Para tentar driblar esses problemas e educar de forma efetiva, o Banco de Alimentos busca parcerias para fazer o lançamento de quadrinhos educativos, desenvolvido pela equipe do próprio órgão. É uma revistinha de seis páginas, desenvolvida e ilustrada especialmente para o projeto. A ideia é de que os quadrinhos sejam distribuídos a todas as crianças matriculadas no ensino fundamental das escolas de Tatuí e das cidades atendidas pelo Banco de Alimentos – Quadra, Cesário Lange e Sorocaba.

A história em quadrinhos conta a batalha do Banco de Alimentos para enfrentar o “Sr. Gordão”, que quer enfeitiçar todas as crianças e fazê-las consumir alimentos pouco saudáveis. “Queremos lançar essa revistinha o mais breve possível e utilizá-la como informação para motivá-las a novos hábitos alimentares”, disse Borges.
Interessados em contribuir para a impressão dos quadrinhos podem contatar o Banco de Alimentos de Tatuí pelo telefone (15) 9669-0078.

Banco de Alimentos busca parceria para editar revista em quadrinhos (Foto: Divulgação)

Causas

As causas da obesidade infantil, segundo Borges, podem surgir já nos primeiros meses de vida, com o desmame precoce. “Por razões culturais, sociais ou mesmo estéticas, a criança está sendo desmamada muito precocemente. Depois disso, as crianças recebem permissão para ingerir alimentos muito calóricos, com alta quantidade de açúcar e de sal, que provoca o inchaço e faz com que a criança ganhe peso para o resto da vida.”

Banco de Alimentos

Mantido pela Prefeitura de Tatuí em parceria com o governo federal, o Banco de Alimentos atende semanalmente a 4.530 pessoas carentes. Depois de receber alimentos que não foram utilizados ou estão com o prazo de validade prestes a vencer, a instituição seleciona, higieniza e prepara kits que vão atender a 187 famílias e 34 instituições de Tatuí, Quadra, Cesário Lange e Sorocaba.

Nenhum comentário:

Postar um comentário