Boletim de informações COVID-19 n° 303 Tatuí, 25 de novembro de 2020, quarta-feira - 11h00h

3799 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
3630 PACIENTES RECUPERADOS
85 ÓBITOS CONFIRMADOS
84 INFECTADOS EM TRATAMENTO
31,71 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Fundo Social abre inscrições para curso de cuidadores e acompanhantes de idosos

Aulas gratuitas serão iniciadas no próximo dia 4 de setembro, no Espaço Doce Lar - O Fundo Social de Solidariedade de Tatuí tem inscrições abertas para o curso de capacitação para cuidadores e acompanhantes de idosos, que terá sua primeira aula realizada já no próximo dia 4 de setembro, no Espaço Doce Lar. As vagas são limitadas: 20 no total. O curso, totalmente gratuito, terá duração de dois meses, com aulas todas às quartas-feiras, sempre das 18h às 21h. As inscrições podem ser feitas em um dos nove centros de capacitação do Fundo Social espalhados pela cidade.

A presidente do Fundo Social, primeira-dama Ana Paula Cury Coelho, lembrou que uma equipe multidisciplinar estará envolvida na formação, propiciando qualificação ampla a todos os alunos. “Esse curso tem como objetivo ensinar aos alunos a cuidar corretamente dos idosos, transmitindo técnicas que irão auxiliar no cuidado diário do idoso. No curso, o aluno estará capacitado para acompanhar o idoso em seu domicílio ou em passeios, prestando apoio emocional, na convivência social, higiene e nos vários aspectos do envelhecimento, sempre prezando pela ampla autonomia”, argumentou.

Entre os profissionais envolvidos na qualificação para cuidadores de idosos estão: enfermeiro, terapeuta ocupacional, médico geriatra, dentista, assistente social e educador físico. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (15) 3305-3408 ou (15) 3205-2560. O Espaço Doce Lar fica na Travessa Godoy Moreira, 217, Vila Esperança.

A coordenação é da gerontóloga e arte-terapeuta Paola Campos, que também está à frente do Projeto Melhor Idade. Segundo ela, o envelhecimento populacional e a maior expectativa de vida registrada em todo mundo e também no Brasil fazem crescer a demanda por profissionais qualificados para atendimento ao idoso. “A longevidade, os avanços tecnológicos e na área da saúde cada vez mais têm possibilitado que os indivíduos vivam por mais tempo, e viver mais significa que em alguma fase de sua velhice ele poderá precisar de cuidados. A presença de um acompanhante de idosos nos lares tem sido frequente, havendo a necessidade de orientá-los para alguns cuidados básicos com o objetivo de proporcionar melhor qualidade de vida às pessoas idosas”, explicou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE