Boletim de informações COVID-19 n° 119 Tatuí, 26 de maio de 2020 - 11h

26 SUSPEITOS
2 ÓBITOS SUSPEITOS
106 CONFIRMADOS
77 RECUPERADOS
8 ÓBITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Clínica de Maceió é denunciada por fraudes em nome de Vera Holtz e outros artistas

Clínica médica é denunciada pelo MP por expedir guias de exames falsos pagos pelo SUS

por BRUNA CAPISTRANO
de O DIA online

Rio - Médicos, sócios e funcionários da clínica Medimagem, em Maceió (AL), foram denunciados este mês pelo Ministério Público Federal em Alagoas por usarem nomes de artistas para expedir guias de exames nunca realizados e pagos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ivete Sangalo, Solange Couto (a eterna ‘Dona Jura)’, Susana Vieira, Carolina Dieckmann, Juliana Paes, Bianca Rinaldi, Letícia Spiller, Rafaela Fischer (filha de Vera Fischer) e Vera Holtz são alguns dos nomes usados.

A investigação ocorreu em 2006, e o rombo inicial é calculado em cerca de R$ 60 mil, mas pode ultrapassar R$ 300 mil. De acordo com a denúncia feita pelo procurador da República Gino Lôbo, Ana Lúcia Ferreira de Lima, Maria Lúcia da Silva, Patrícia Neto do Nascimento e Ilma Bezerra do Nascimento, que preenchiam as guias de exames, também foram denunciadas e alegaram que tinham receio de perder o emprego caso não cumprissem ordens dos proprietários da clínica.

FALTA DE IDEIA

“Uma delas disse que começou a trabalhar lá há cinco anos e, desde então, faz o preenchimento. Elas disseram que começaram a usar nomes de artistas porque já não tinham mais ideia de nomes para criar e então resolveram usar nomes de celebridades”, afirmou Gino Lobo.

Procurada pelo jornal O DIA, a cantora Ivete Sangalo e as atrizes Letícia Spiller e Susana Vieira não quiseram se pronunciar, enquanto a assessoria de Vera Holtz afirmou que a atriz está de férias na Europa. As também atrizes Carolina Dieckmann, Juliana Paes, Rafaela Fischer e Bianca Rinaldi não foram encontradas para comentar a fraude em Alagoas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário