Nosso Jornal Online

Tatuí, 


segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Setor de Canto Lírico terá atividades especiais

Aulas técnicas gratuitas serão ministradas por cantores integrantes do grupo de pesquisa EVPM

O setor de canto lírico do Conservatório de Tatuí sedia nestes meses de outubro e dezembro atividades especiais. palestras, recitais e masterclasses serão ministrados gratuitamente por cantores integrantes do grupo de pesquisa EVPM (Expressão Vocal da Performance Musical – da UNESP).
O primeiro evento será realizado no dia 14 de outubro, das 13h às 18h, no auditório da da Unidade II (rua São Bento, 808). O barítono Sandro Bodilon, acompanhado ao piano por Scheilla Glaser, apresentará o recital-palestra “As canções de Luciano Gallet”. Posteriormente ambos trabalharão junto aos alunos de canto lírico e bolsistas correpetidores do Conservatório de Tatuí aspectos interpretativos das canções desse compositor.

O segundo evento está agendado para 2 de dezembro, nos mesmos horário e local, e contará com participação da meio-soprano Josani Pimenta em parceria com o pianista Marcelo Pimenta. Na palestra “Os poemas de Suzana de Campos através do gênio musical de Camargo Guarnieri”, Josani abordará aspectos da construção interpretativa do repertório vocal, concentrando-se nas canções do compositor e poetisa.
O grupo EVPM, liderado pela profa.-dra. Martha Herr e pelo prof.-dr. Wladimir Mattos, surgiu em 2005 durante a organização do “4º Encontro Brasileiro de Canto – O Português Brasileiro Cantado”, evento realizado em São Paulo com o apoio do Programa de Pós-Graduação em Música da UNESP, do Centro Tom Jobim de Estudos Musicais (atual EMESP) e da ABC – Associação Brasileira de Canto. Atualmente, além de manter o desenvolvimento das atividades sobre a questão do português brasileiro cantado, o grupo passou a desenvolver trabalhos no contexto dos seguintes focos: Estudos Aplicados de Música e Fonologia, Técnicas, Estéticas e Pedagogias do Canto e Performance e Produção de Conhecimento, todos eles relacionados à linha Epistemologia e Praxis do Processo Criativo, junto ao Programa de Pós-Graduação em Música da UNESP. Entre as principais realizações do grupo após o encontro de 2005, destacam-se: VOX – série bienal de Encontros Internacionais Sobre a Expressão Vocal na Performance Musical – em colaboração com pesquisadores da UNICAMP e USP; Congresso Internacional “A Língua Portuguesa em Música”, evento internacional realizado em Lisboa em fevereiro de 2012, promovido pelo Núcleo Caravelas do CESEM/Universidade Nova de Lisboa. Em conjunto com estas realizações, o EVPM mantém a organização de sub-grupos temáticos com a finalidade de criar novas perspectivas de interação com outros grupos no Brasil e exterior.

Os artistas

Sandro Bodilon diplomou-se bacharel em canto pela Faculdade de Música Carlos Gomes de São Paulo, tendo sido orientado pelos professores Regina de Boer, Edílson Costa, Lenice Prioli e Carmo Barbosa. Seu repertório inclui óperas conhecidas, tais como “A Flauta Mágica”, “As Bodas de Fígaro” e “D. Giovanni” de Mozart, “O Barbeiro de Sevilha” de Rossini, “Carmen” de Bizet, “Madama Butterfly” de Puccini, “D. Pasquale” de Donizetti, dentre outras; além dos musicais “ShowBoat” de Kerns e “Candide” de Bernstein. Participou das primeiras audições das óperas “A Tempestade” de Ronaldo Miranda e “Olga” de Jorge Antunes. Paralelamente, apresenta-se constantemente em recitais de música de câmera, dedicando-se especialmente à canção erudita brasileira. É integrante do Coral Lírico do Theatro Municipal de São Paulo e membro do Núcleo Hespérides de Música das Américas com o qual gravou o CD Música das Américas pelo Selo Sesc. Em julho passado defendeu sua dissertação de mestrado na Universidade Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP), sendo orientado pela profa.-dra. Martha Herr. Na dissertação “Alanguissement”, “Foi numa noite calmosa” e “Xangô” – Canções de Luciano Gallet: análise e interpretação, Sandro realiza análise e sugestões interpretativas de três canções que representam cada uma delas uma fase do estilo composicional desse compositor.

Scheilla Glaser é Bacharel em Piano e Mestre em Música (UNESP) e Especialista em Fundamentos Psicopedagógicos da Arte e da Comunicação (Mackenzie). Leciona piano na Escola Municipal de Música de São Paulo, e piano e Música de Câmara na Escola de Música do Estado de São Paulo (EMESP). É autora do livro O ensino do piano erudito: um olhar rogeriano. Estudou piano com Antonio Bezzan, Attílio Mastrogiovanni, Fernando Lopes, Marina Brandão e Cláudio Richerme, e Música de Câmera com Ayrton Pinto e Walter Bianchi. Participou de cursos sob orientação de Maria Regina Luponi Seidlhofer, Belkiss Carneiro de Mendonça, Almeida Prado, Fernando Lopes, e de master-classes com Chain Taub e Roger Vignoles. Ao lado das atividades pedagógicas desenvolve permanente trabalho de música de câmara com instrumentistas e cantores. Gravou com o violinista Davi Graton pelo selo Eldorado (1998) e com a cantora Sandra Félix (Canções Brasileiras) pelo selo Paulus (2000). Foi pianista da Orquestra Juvenil do Estado de São Paulo, pianista preparadora de óperas do Teatro Municipal de São Paulo, pianista ensaiadora do Coral Paulistano do Teatro Municipal e pianista da Orquestra de Câmera Brasiliana. Como complemento à formação artística visando o ensino, frequentou cursos de extensão na COGEAE- PUC/SP e no Instituto Sedes Sapientiae.

Josani Pimenta é doutora em Canto pela UNESP, com orientação da profª-dra. Martha Herr. É graduada em Regência e Flauta Transversal pela UNICAMP, onde também obteve o título de Mestre em Artes, na área de Regência. Dedica-se à pesquisa de música brasileira e é integrante do grupo de estudo “Expressão Vocal na Performance Musical” no Instituto de Artes da UNESP.

Tem atuado como solista em diversos concertos no Brasil, na América Latina e na Europa. Em 2013, foi professora do “9th Barcelona Festival of Song” onde apresentou recital de música brasileira em homenagem a Camargo Guarnieri. Em 2009, foi premiada no Concurso de Interpretação da Canção Erudita Brasileira (São Paulo – SP). É aluna de canto de Lenice Prioli e integrante dos “Mestres Cantores de São Paulo” e da “Capella Paulistana”. Em sua tese de doutorado As canções de Camargo Guarnieri e Suzanna de Campos. Um guia para a interpretação, Josani Pimenta apresenta um estudo interpretativo das 18 canções da parceria entre o compositor e a poetisa. O trabalho inclui um esquema para o estudo da canção de câmara e a editoração das canções, com transcrição fonética e tradução dos poemas para a língua inglesa.

Marcelo Pimenta iniciou seus estudos de música com Clarice Martins em Rio Verde, GO, sua cidade natal. Em Goiânia, foi aluno de Lilian Carneiro de Mendonça e, posteriormente, de Belkiss Spencieri Carneiro de Mendonça, recebendo vários prêmios em concursos de piano no Brasil. Cursou Graduação em Piano no Instituto de Artes da UFGO. Formou-se Engenheiro Eletricista pela UNICAMP, com MBA pela Katz School of Business, University of Pittsburgh (EUA). Paralelamente, ainda na UNICAMP, estudou cravo e música de câmera com Edmundo Hora e baixo contínuo com Helena Jank. Trabalhou como pianista acompanhador de vários coros/conjuntos vocais. Tem atuado intensamente como camerista no Brasil e na Europa, colaborando com cantores, instrumentistas e coros. Mantém duos dedicados à música de câmera brasileira com os cantores Lenine Santos e Josani Pimenta. É pianista acompanhador dos “Mestres Cantores de São Paulo”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário