Boletim de informações COVID-19 n° 117 Tatuí, 24 de maio de 2020 - 11h

19 SUSPEITOS
0 ÓBITO SUSPEITO
103 CONFIRMADOS
64 RECUPERADOS
8 ÓBITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 26 de maio de 2015

Jovem é condenado a 8 anos de reclusão por homicídio no jardim Novo Horizonte

O réu David Hessel Miranda foi denunciado como autor de um homicídio ocorrido no dia 4 de abril de 2010, perto da meia-noite, no Jardim Novo Horizonte, em Tatuí. Com outras pessoas ainda não identificadas pela Polícia, David teria matado Edson Leite com disparos de arma de fogo. Em julgamento realizado no Tribunal do Juri da Comarca, nesta terça-feira, 26, o réu negou que seja ele o assassino, alegando que estava em casa na hora do ocorrido. Sua defesa foi feita pelo advogado Marlei Barbosa de Carvalho, assistido pela advogada Flávia Regina Lima Scher.

A acusação foi sustentada pelo promotor de Justiça Carlos Eduardo Pozzi, que, entre outros indícios, apontou a existência de resíduos de pólvora na mão direita do réu. Houve também reconhecimento por parte de testemunhas. O motivo do homicídio seria o fato da vítima não aceitar tráfico de entorpecentes em sua casa.

Após a votação do Conselho de Sentença, a juíza Mariana Teixeira Salviano da Rocha calculou a pena do réu, chegando ao resultado de 8 anos de reclusão, em regime inicial fechado. Para chegar a esse resultado, foram observados duas circunstância de diminuição da pena: o fato do acusado ser menor de 21 anos no dia do crime e o acolhimento por parte dos jurados de que o sentenciado foi tomado de violenta emoção no momento, diante da postura da vítima. Como agravante, o fato de que o réu se apresentou em grupo para efetuar os disparos, não dando chances de defesa à vítima.

A sessão perdurou seis horas e vinte e um minutos. Ainda participaram dos trabalhos a escrevente Vanilda Bastos de Barros e os oficiais de justiça Rubens Antônio da Silva e Wilson dos Reis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário