Boletim de informações COVID-19 n° 117 Tatuí, 24 de maio de 2020 - 11h

19 SUSPEITOS
0 ÓBITO SUSPEITO
103 CONFIRMADOS
64 RECUPERADOS
8 ÓBITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Grupo Folias D’Arte apresenta espetáculo gratuito em Tatuí

O grupo Folias D’Arte faz apresentação gratuita no teatro “Procópio Ferreira”, do Conservatório de Tatuí, no próximo mês de junho. Na data, a partir das 19h e com patrocínio do ProAC, o grupo apresenta o espetáculo “Folias Galileu”.
Com concepção cênica de Dagoberto Feliz, a peça foi indicada ao Prêmio Shell em 2013 na categoria “melhor cenário” e foi premiada pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte), também em 2013, na categoria “direção”.
Com base na criação coletiva, o grupo Folias encena os embates pessoais e intelectuais do astrônomo italiano Galileu Galilei (1564-1642). Em uma série de monólogos, os conflitos éticos, pessoais e filosóficos de Galileu e de quem o cercava, são apresentados na interpretação de um ótimo time de atores. A peça é indicada para maiores de 10 anos.
A entrada é franca, porém, os ingressos devem ser retirados na bilheteria do teatro, de terça a sexta, das 14h às 17h, ou momentos antes da apresentação.

SERVIÇO
Espetáculo “Folias Galileu”
Grupo Folias d’Arte, coordenação
Data: Domingo, 7 de junho, 19h
Teatro Procópio Ferreira
Rua São Bento, 415 – Tatuí
Entrada franca
Bilheteria: de terça a sexta, das 17h às 19h, ou nos dias dos eventos, momentos antes do início das apresentações
Informações: 15 3205-8444



Folias Galileu – Do Folias no seu Galpão do Folias ressurge historicamente Galileu Galilei.
Do seu jeito… Da sua forma…
Claro que sempre se conta qualquer história a partir do seu próprio olhar!
É óbvio! É óbvio?
Pode parecer óbvio, mas basta olhar para a pessoa que está ao seu lado e verificar que o que ela enxerga é e sempre será algo diverso do seu.
É impossível ver a mesma coisa!
É impossível ver a mesma coisa?
O mesmo olhar só é possível quando criado a partir de uma relação.
Surge um novo olhar.
No nosso caso surge uma nova cena…
Da própria cena…
De quem vê de quem é observado…
De quem se vê sendo observado observando a cena…
De quem se vê sendo observado por alguém que se vê observando a cena…
…ad infinitum… ad universum… ad Galileu…
As condições ideais para algo novo, transformador e revolucionário, só surgem quando todos os conceitos já conhecidos e os que estão por vir se misturam.
Condições ideais? Algo novo? Surgimento? Todos os conceitos? Já conhecidos? Estão por vir? Duvidemos ou estanquemos.
Misturar talvez seja o caminho. Ou inventarmos um novo verbo: caleidoscopisar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário