Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 19 de março de 2014

Prefeitura faz campanha para Exame Nacional de Certificação

A Prefeitura de Tatuí realiza uma campanha de divulgação e incentivo à inscrição no Exame Nacional de Certificação de Competências, destinado às pessoas que ainda não concluíram o ensino fundamental. Os aprovados no teste recebem automaticamente o diploma. A ação vem sendo encabeçada pela Secretaria de Indústria, Desenvolvimento Econômico e Social, através do Departamento Municipal de Bem Estar Social e Cidadania.

As inscrições são gratuitas e podem ser realizadas até o dia 31 de março, pela internet, através do site http://sistemasencceja3.inep.gov.br/inscricaoEncceja. As unidades do CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) estarão realizando atendimento preferencial para as pessoas que não têm acesso à rede mundial de computadores ou têm dificuldades em se familiarizar com os procedimentos digitais. Basta comparecer a uma das três unidades, munido de RG e CPF. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Durante o cadastro, o candidato deve indicar uma ou mais áreas do conhecimento que serão avaliadas: Língua portuguesa com redação, Língua Estrangeira, Educação Física e Educação Artística, Matemática, História e Geografia e Ciências Naturais. Os candidatos portadores de necessidades especiais terão atendimento especial para realização da prova. Para participar, o candidato deve ter no mínimo 15 anos, completos na data de realização do exame que será aplicado no dia 1º de junho simultaneamente em todo o país.

Tatuí tem hoje três unidades do CRAS: setor Leste, na Rua 7 de Setembro, 480, Vila Doutor Laurindo; setor Norte, na Rua João Saulo dos Reis, 90, Jardim Gonzaga; no setor Sul, na Rua Arthur Eugênio dos Santos, 115, no Jardim Santa Rita. As inscrições poderão ainda ser feitas no Acessa São Paulo, que fica no Centro Cultural, na Praça Martinho Guedes, 12, Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (15) 3305-1841.

“O objetivo é incentivar a população a terminar os estudos para que possa ter mais oportunidades de emprego. Grande parte das pessoas que não conseguem uma vaga é porque não tem formação escolar mínima”, completa o diretor de Bem Estar Social e Cidadania, professor Márcio Fernandes Oliveira. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário