Boletim de informações COVID-19 n° 119 Tatuí, 26 de maio de 2020 - 11h

26 SUSPEITOS
2 ÓBITOS SUSPEITOS
106 CONFIRMADOS
77 RECUPERADOS
8 ÓBITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Justiça determina devolução de máquinas para a Prefeitura de Tatuí

Do G1 Itapetininga e Região

Uma decisão da Justiça determinou nesta segunda-feira 28 a devolução da frota de maquinários da Prefeitura de Tatuí. Os veículos estão em poder da empresa responsável por alugar as máquinas ao município. Em dezembro de 2012 o antigo prefeito rescindiu o contrato de aluguel.

A empresa terá um prazo de cinco dias para devolver todos os 21 veículos, caso contrário terá de pagar uma multa de R$ 5 mil por dia de atraso. A decisão da Justiça ainda cabe recurso. A frota devolvida é composta por máquinas, equipamentos e veículos, entre eles estão caminhões basculantes, micro-ônibus, retroescavadeiras e tratores agrícolas.

Esses veículos fazem parte do contrato de aluguel que a antiga gestão fez com a empresa. Os maquinários seriam pagos em 42 parcelas. Após esse período, os veículos seriam considerados propriedade da cidade. No entanto 32 parcelas foram pagas e a frota foi devolvida. O antigo prefeito alegou que a quantia a ser quitada seria maior que o valor da frota. Segundo a prefeitura, o valor total desse maquinário seria de R$ 10, 7 milhões e o restante a ser pago seria de R$ 2,4 milhões.

De acordo com o atual prefeito de Tatuí, José Manuel Correa, o Manu, a devolução das máquinas prejudicou o desenvolvimento de obras como pavimentação, recuperação de vias rurais e outros serviços.

Segundo a assessoria de imprensa, a frota pública conta atualmente com 63 veículos, desses 36 precisam de reparos emergenciais e outros 23 estão inaptos para uso. O investimento calculado para os consertos desses veículos é de aproximadamente R$ 270 mil, além do prejuízo que hoje é calculado pelo secretário administrativo em mais de R$ 500 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário