Boletim de informações COVID-19 n° 119 Tatuí, 26 de maio de 2020 - 11h

26 SUSPEITOS
2 ÓBITOS SUSPEITOS
106 CONFIRMADOS
77 RECUPERADOS
8 ÓBITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 25 de março de 2011

Padaria Artesanal atenderá pessoas assistidas pelo CREAS em projeto social

A Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, em parceria com o Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (Fusstat), inaugurou na quinta-feira, dia 24, no Pólo Avançado de Assistência Social, no Vale da Lua, um espaço culinário onde serão ministradas aulas para a população em vulnerabilidade social assistida pelos projetos sociais da secretaria. Denominado “Mãos que Criam”, este projeto já desenvolveu diversos cursos de capacitação como o de bijuterias e de cabeleireiro. Esta iniciativa vem para melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, proporcionando também uma forma de geração de renda. Durante a solenidade, que visava a abertura do curso de Panificação Artesanal, o secretário e vice-prefeito Luiz Antonio Voss Campos referiu-se ao espaço como um “mundo de sonhos”. Inicialmente, o espaço terá aulas de panificação ministradas por Arlete Ananias, envolvida com o curso desde a fundação do Fusstat, com duas turmas de 18 pessoas, tendo aulas semanais durante dois meses. A ideia é que, ao final do curso de panificação, os outros fornecidos pela culinária solidária do Fusstat como bolos confeitados, docinhos, salgadinhos e tortas sejam desenvolvidos no espaço. Maria José Vieira de Camargo, presidente do Fusstat, também discursou enfatizando as cerca de 2 mil pessoas formadas no curso de panificação e deu a largada para a aula através de uma breve apresentação dos objetivos do Padaria Artesanal, que proporciona a produção de pães com utensílios domésticos, ou seja, sem necessidade de máquinas industriais, além de abordar a história do pão e pontos básicos para a produção e venda do produto.Vera Lúcia Mendes Sousa, aluna do curso no pólo avançado, diz estar em busca de uma fonte de renda em que possa trabalhar em casa e que sempre teve vontade de aprender a fazer pães. Através do curso ela pretende conciliar trabalho e família, já que cuida de um irmão deficiente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário