A Tatuí o que é de Tatuí

Tatuí,  

PUBLICIDADE

sábado, 25 de setembro de 2010

Campeonato Brasileiro de Horseball ocorre em Tatuí, SP


Até 26 de setembro, equipes nacionais do esporte se enfrentam na Hípica Centaurus

por Juliana Bacci
Revista Globo Rural


Time disputa partida de horseball na Hípica Centaurus, em Tatuí, interior de São Paulo. Esporte não exclui mulheres e crianças.


Tem bola, juiz, regras, torcidas, duas equipes e o objetivo é fazer gols. Mas não é futebol. As similaridades com o esporte que é paixão nacional no Brasil têm atraído cada vez mais adeptos ao horseball nos estados de São Paulo, Brasília, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Entre 24 e 26 de setembro, times dessas localidades se enfrentam no Campeonato Brasileiro de Horseball, que acontece na Hípica Centaurus, em Tatuí, SP.

O jogo, que nasceu na França na década de 70, chegou ao Brasil há 20 anos. Por aqui, o horseball ganhou características menos violentas, permitindo até a presença de mulheres e crianças nas equipes. Cada time é formado por quatro integrantes. Todos montados em cavalos devem chegar ao gol adversário: cestas com três metros de largura e dez de altura, instaladas nas extremidades do campo. Não há goleiros. As bolas possuem alças adaptadas que facilitam os toques entre o time. Cada partida tem dois tempos de dez minutos cada. Música e narrador ainda animam o público presente. 


Carlos Gustavo Lopes, integrante da Seleção Brasileira de Horseball e proprietário da Hípica Centaurus desde 2004, lista os benefícios do jogo aos praticantes: “o esporte garante desenvolvimento físico e mental, melhora a coordenação motora e apresenta aos jogadores a disciplina necessária para a equitação ou qualquer esporte coletivo”. Qualquer raça de cavalo pode participar do horseball, desde que o animal seja mansinho.  





Jogadores de horseball arremessam bola adaptada no gol. Cada partida tem duração aproximada de 20 minutos.

Aos vencedores do Campeonato Brasileiro de Horseball, celulares e sacos de ração serão distribuídos. A premiação simbólica indica que, mais do que ganhar, os participantes pretendem divulgar o esporte. “O horseball ganhará espaço nas Olimpíadas”, prevê Carlos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário