Boletim de informações COVID-19 n° 123 Tatuí, 30 de maio de 2020 - 11h

26 SUSPEITOS
0 ÓBITOS SUSPEITOS
153 CONFIRMADOS
117 RECUPERADOS
10 ÓBITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 5 de maio de 2020

Museu Paulo Setúbal lança no YouTube projeto Escrita Falada

Projeto faz parte das comemorações do Dia da Literatura Tatuiana, celebrado anualmente no dia 4 de maio


O Museu Histórico “Paulo Setúbal”, da Prefeitura de Tatuí, apresenta, neste mês de maio, como parte do projeto #MuseuPauloSetubalEmSuaCasa, um material especial em seu canal no YouTube: o Projeto Educativo #EscritaFalada, em comemoração ao Dia Municipal da Literatura Tatuiana, celebrado nesta segunda-feira (04/05).

Neste ano, o Projeto convidou alguns nomes da literatura tatuiana para realizar um vídeo com um texto de sua autoria (poesia, conto ou crônica), feito de forma simples ou encenada, a critério do artista.

Os vídeos serão postados no canal do Museu “Paulo Setúbal” no YouTube, que pode ser acessado através do link: https://www.youtube.com/channel/UCY0PhNOaU7bJ6Tw_zaIfEFg.

Dia Municipal da Literatura Tatuiana – Esta data foi criada em 2011 e instituída através da Lei Municipal nº 4.581, de 27 de setembro de 2011. O dia 4 de maio foi escolhido devido a dois fatos importantes na história da cidade: o nascimento de Chiquinha Rodrigues, em 1886, e a morte de Paulo Setúbal, em 1937.

Francisca Pereira Rodrigues, conhecida como “Chiquinha Rodrigues”, foi ex-prefeita de Tatuí, de saudosa memória, e denomina ruas na Vila Dr. Laurindo e no Bairro Guaxingú, em São Paulo, além de uma creche na Praça da Bandeira da cidade Ternura e duas unidades escolares na Capital Paulista. Chiquinha Rodrigues destacou-se na área da literatura, com a publicação de nove livros infantis e várias obras sobre História, Geografia, Agricultura, Economia e Saúde.

O escritor Paulo Setúbal, filho ilustre de Tatuí, denomina seu Museu Histórico e a praça onde estão duas importantes unidades educacionais do município: a Escola Estadual “Barão de Suruí” e a EMEF “João Florêncio”. É autor de romances, contos, crônicas, poesias e memórias. Dentre suas obras consagradas, se encontram: “Alma Cabocla” (poesia); “As Maluquices do Imperador” (contos históricos); “A Marquesa de Santos” (romance histórico); e “Confiteor” (memórias). Foi imortalizado pela Academia Brasileira de Letras e, anualmente, é homenageado com uma semana que tem seu nome, dentro das comemorações do aniversário de Tatuí.

Com o intuito de valorizar os escritores tatuianos e fomentar novos escritores para a arte de criar e recriar textos, os produtores culturais Donny Barros e Rogério Vianna encontraram um dia propício no calendário anual para essa comemoração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário